Hulkenberg espera "luta intensa"com Williams e McLaren

Para piloto da Force India, disputa pelo quarto lugar dos construtores será forte entre sua equipe, a Williams e também a McLaren

Hulkenberg espera "luta intensa"com Williams e McLaren
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM09
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM09
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM09 and Jenson Button, McLaren MP4-31 at the start of the race
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM09
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM09
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 on the grid with Bradley Joyce, Sahara Force India F1 Race Engineer
Valtteri Bottas, Williams FW38 leads Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM09

Enquanto a McLaren segue atrás da Williams e da Force India no campeonato de construtores, as últimas performances na pista levam a crer que as três equipes estarão brigando entre si no restante da temporada. Quem concorda e espera uma forte disputa pelo quarto lugar entre as equipes é o piloto Nico Hulkenberg.

"Espero uma luta grande com a Williams pelo quarto lugar e, na minha opinião, também com a McLaren. Cheguei a ver um pouco Jenson (Button) no meu retrovisor na última prova e devo admitir que o carro (da McLaren) parece muito bem". 

"Espero uma batalha apertada entre essas três equipes até o final da temporada. Acho que será bem intenso a partir de agora". 

Em Hockenheim, Hulkenberg marcou pontos cruciais para a Force India ao terminar em sétimo. Isso diminuiu a diferença para a Williams na tabela de construtores para apenas 15 pontos.

“A degradação dos pneus foi muito alta, então era preciso administrar essa situação. Isso foi complicado, mas foi uma corrida sólida da minha parte". 

"Não alcançamos a Williams no começo, mas os pegamos no final pela estratégia", explicou, sobre a parada nos boxes de Bottas. "A estratégia da Williams nos ajudou um pouco".  

Hulkenberg insistiu não estar desapontado de não conseguir ameaçar a Ferrari na prova, ainda que o desempenho na classificação sugerisse que isso seria possível.

“Na sexta-feira também parecíamos estar perto deles, mas eles sempre tiram algo da cartola. Daí chega na corrida e eles têm algo a mais que nós não temos. Não tinha a expectativa de estar na frente lutando com eles (Ferrari)". 

 

compartilhar
comentários
Mazepin: "Em vez de cedo, é crucial chegar à F1 pronto"

Artigo anterior

Mazepin: "Em vez de cedo, é crucial chegar à F1 pronto"

Próximo artigo

Coluna do Massa: Mudar regras no meio do ano é ruim para F1

Coluna do Massa: Mudar regras no meio do ano é ruim para F1
Carregar comentários