Fórmula 1
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
28 dias
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
42 dias
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
84 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
91 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
105 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
112 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
126 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
140 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
147 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
161 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
175 dias

F1: Mercedes dedica fábrica para produzir respiradores contra o coronavírus

compartilhar
comentários
F1: Mercedes dedica fábrica para produzir respiradores contra o coronavírus
Por:
, Editor
7 de abr de 2020 12:33

A equipe revelou que sua fábrica em Brixworth foi totalmente modificada para produzir respiradores em combate ao Covid-19

Membros do departamento de unidades de potência da Mercedes estavam trabalhando em conjunto com engenheiros da University College de Londres para desenvolver equipamentos chamados Pressão Positiva Contínua nas Vias Aéreas (CPAP, em inglês), que receberam aprovação do Sistema Nacional de Saúde do Reino Unido na semana passada.

O equipamento, chamado de UCL-Ventura, passou por testes no hospital do UC e outros hospitais de Londres, com o governo solicitando a produção de 10 mil unidades.

Leia também:

Para ajudar com a demanda em meio a uma falta de CPAP no Reino Unido, a Mercedes modificou sua fábrica em Brixworth para produzir os aparelhos, antecipando o pico da crise do Covid-19 no país.

"Após um pedido do Governo do Reino Unido de 10 mil unidades, os equipamentos estão sendo produzidos em uma taxa de até mil por dia, no Centro de Tecnologia de Alta Performance em Brixworth", diz um comunicado da Mercedes.

"Atualmente, 40 máquinas, que normalmente produziriam equipamentos de F1 como turbos estão sendo usados na produção dos aparelhos de CPAP, e toda a fábrica de Brixworth foi modificada para completar essa demanda".

Outros avanços foram feitos no UCL-Ventura. A segunda versão do aparelho reduziu o consumo de oxigênio em 70% em comparação ao original, e já recebeu também a aprovação do governo.

Além da própria produção do aparelho, que é feito para manter os pacientes fora da UTI ao fornecer apoio respiratório, a Mercedes também deixou o aparelho com código aberto. A patrocinadora master da Mercedes na F1, Petronas, também confirmou que irá produzir os aparelhos na Malásia. Os detalhes sobre o UCL-Ventura podem ser encontrados aqui.

"Desde que o projeto foi anunciado, nós tivemos um número incrível de pedidos sobre o CPAP vindos do mundo inteiro", disse o chefe do departamento de motores da Mercedes, Andy Cowell. "Tornar o design e as especificidades de produção abertos permitirão às companhias pelo mundo produzir esses aparelhos na velocidade e escala necessários para apoiar a resposta global ao Covid-19".

O professor David Thomas, da área de saúde da UC, acrescentou: "Esses aparelhos que salvam vidas serão fundamental para o SNS nas próximas semanas, mantendo os pacientes fora dos ventiladores e reduzindo a demanda de leitos no cuidado intensivo. Nós acreditamos que eles poderão fazer a diferença pelo mundo, ajudando sistemas de saúde em preparação ao Covid-19".

Além da Mercedes, as outras seis equipes da F1 baseadas no Reino Unido fazem parte do "Projeto Pitlane", um esquema que o esporte empresta suas capacidades de engenharia para o combate ao Covid-19.

Veja imagens do respirador desenvolvido:

Galeria
Lista

UCL, UCLH and Formula One develop life-saving breathing aids for the NHS

UCL, UCLH and Formula One develop life-saving breathing aids for the NHS
1/6

Foto de: James Tye / UCL

UCL, UCLH and Formula One develop life-saving breathing aids for the NHS

UCL, UCLH and Formula One develop life-saving breathing aids for the NHS
2/6

Foto de: James Tye / UCL

UCL, UCLH and Formula One develop life-saving breathing aids for the NHS

UCL, UCLH and Formula One develop life-saving breathing aids for the NHS
3/6

Foto de: James Tye / UCL

UCL, UCLH and Formula One develop life-saving breathing aids for the NHS

UCL, UCLH and Formula One develop life-saving breathing aids for the NHS
4/6

Foto de: James Tye / UCL

UCL, UCLH and Formula One develop life-saving breathing aids for the NHS

UCL, UCLH and Formula One develop life-saving breathing aids for the NHS
5/6

Foto de: James Tye / UCL

UCL, UCLH and Formula One develop life-saving breathing aids for the NHS

UCL, UCLH and Formula One develop life-saving breathing aids for the NHS
6/6

Foto de: James Tye / UCL

VÍDEO: Por que a Aston Martin voltará para a Fórmula 1 em 2021

PODCAST: Quem são os maiores comunicadores do automobilismo na TV brasileira?

 

 

 

Próximo artigo
Fórmula 1 faz dispensa temporária de funcionários e corta salários de diretores

Artigo anterior

Fórmula 1 faz dispensa temporária de funcionários e corta salários de diretores

Próximo artigo

Debate sobre teto orçamentário domina reunião entre chefes da F1 e equipes

Debate sobre teto orçamentário domina reunião entre chefes da F1 e equipes
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Mercedes Compre Agora
Autor Luke Smith