Últimas notícias
Fórmula 1 GP do Azerbaijão

Mercedes e Ferrari pegam ‘contramão’ em seleção de pneus para Baku

Principais times da F1 são os mais cautelosos e escolhem para seus pilotos menos compostos macios do que resto do grid

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10, leaves the garage

Fornecedora de pneus da Fórmula 1, a Pirelli revelou as escolhas de compostos das equipes para o GP do Azerbaijão – próxima etapa – com Ferrari e Mercedes selecionando o menor número de jogos de pneus macios.

Como na Austrália e na China, a gama de pneus para Baku é composta pelos compostos C2, C3 e C4.

Leia também:

Mas enquanto Ferrari e Mercedes selecionaram a mesma quantidade respectiva de pneus C4 (vermelho) que usaram em Xangai, o resto do grid optou por uma seleção mais agressiva.

Os pilotos da Ferrari, Sebastian Vettel e Charles Leclerc, terão sete conjuntos de macios disponíveis, enquanto os pilotos da Mercedes, Lewis Hamilton e Valtteri Bottas, que ficaram entre os dois primeiros nas três primeiras corridas da temporada, terão um set a mais que seus rivais da Scuderia.

As equipes restantes optaram por nove ou dez jogos do pneu macio, sem terem optado por dividir a estratégia do pneu C4 entre as duas equipes.

Falando ao Motorsport.com sobre as expectativas da Pirelli para o Azerbaijão, Mario Isola, chefe da Fórmula 1, disse: “Baku é uma pista estranha porque você tem uma longa reta onde você esfria o pneu, e é bem difícil equilibrar a frente e a traseira. Nas edições anteriores da corrida, a maioria das equipes experimentou essa dificuldade em aquecer os pneus dianteiros corretamente, sem superaquecer os pneus traseiros”.

“O asfalto é muito, muito suave, e em cima disso você tem parte da pista sob o sol, e parte na sombra, porque fica no meio da cidade. Então nem toda a extensão da pista é igual.”

“A seleção do pneu é a mesma que a que tivemos em Melbourne e Xangai. Temos que entender a degradação do pneu macio, obviamente esse é o ponto principal.”

“É tudo sobre frenagem e tração, você não tem muita energia lateral. Então, se você perder o ritmo por causa do Safety Car e o pneu estiver bastante desgastado, pode ser mais difícil recuperar o pneu para a temperatura.”

"O desgaste geralmente não é muito alto em Baku, mas se você tem o Safety Car na última parte da corrida, depois de um longo período, você tem algum desgaste no pneu, e você é capaz de gerar menos calor depois."

Confira a seleção de pneus:

Tyre selections for Azerbaijan GP

Tyre selections for Azerbaijan GP

Photo by: Pirelli

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Hamilton: Ferrari não está extraindo seu potencial completo
Próximo artigo Após melhora no chassi, Red Bull quer ganho de potência da Honda

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil