Nasr: "não tenho medo de ficar fora do grid"

Ainda sem definição de futuro, brasileiro quer voltar a pensar somente neste assunto após GP do Brasil e afasta qualquer tipo de possibilidade de sabotagem da Sauber nas últimas provas

Nasr: "não tenho medo de ficar fora do grid"
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB12, Felipe Nasr, Sauber C35
Felipe Nasr, Sauber F1 Team as the grid observes the national anthem
Felipe Nasr, Sauber C35
Felipe Massa, Williams Martini Racing FW38 and Felipe Nasr, Sauber F1 Team C35
Felipe Nasr, Sauber C35
Felipe Nasr, Sauber F1 Team
Felipe Nasr, Sauber C35
Felipe Nasr, Sauber C35
Felipe Nasr, Sauber C35 locks up under braking
Felipe Nasr, Sauber F1 Team
Felipe Nasr, Sauber F1 Team
Carregar reprodutor de áudio

Antes do GP do México, Felipe Nasr afirmou que poderia ter novidades sobre seu futuro na Fórmula 1 em casa, antes da corrida em Interlagos. Em São Paulo, o atual piloto da Sauber chegou sem a resposta sobre qual equipe poderá estar a partir de 2017.

Na manhã desta quinta-feira, Nasr falou com jornalistas brasileiros sobre as possibilidades que teve e que ainda poderá ter.

"É como eu sempre falei, temos pessoas tomando conta disso e sempre mantive uma porta aberta aqui na Sauber", disse o piloto brasiliense. "Sabemos que o mercado da Fórmula 1 se movimenta e é normal que essas coisas aconteçam."

"Continuo focado aqui no meu trabalho nesse final de semana, acho que tem gente o suficiente tomando conta do meu futuro e segunda-feira voltaremos a pensar nisso."

Quando perguntado se um anúncio ainda é esperado para este fim de semana, Nasr falou: "não, acho que não."

Nasr teve seu nome ligado a algumas equipes, entre elas a Force India e Renault, mas sem resultado. Sem citar os dois times, ele comentou sobre as oportunidades fora da Sauber.

"Acho que as portas se abriram. Infelizmente, por motivos diferentes, as coisas não se encaixaram."

"Como piloto você sempre quer aquilo que é melhor pra você. Por alguns fatores as coisas não se encaixaram. Continuo tendo algumas outras opções e vamos buscá-las."

Conforme o tempo passa, as possibilidades do brasileiro diminuem e a dúvida iminente é se Nasr poderá ficar sem lugar no próximo campeonato, deixando o país sem representante pela primeira vez desde 1969. Sobre isso, Nasr acredita que não ficará de fora, mas ainda não crava.

"Não, de maneira alguma. Não, nada é 100% nessa vida, mas não tenho medo nenhum de ficar fora do grid."

Sem sabotagem

Outro assunto abordado foi o rumor de que Nasr estaria sofrendo o boicote da Sauber nas últimas corridas. Ele chegou a se queixar de que o carro estaria muito diferente de um dia de treinos livres para outro de classificação e dizia que o time teria que investigar o que houve. Hoje, ele descartou qualquer tipo de ação contrária vindo da própria escuderia.

"Isso são coisas muito internas, até para proteger a própria equipe, acho que não devemos nem tocar no assunto. Essa questão de sabotagem não existe."

"Estou vindo para um fim de semana em casa e a equipe precisa pontuar, precisamos buscar um resultado. Acredito que todos devem estar alinhados para conseguir esse objetivo."

"Aqui o clima é sempre imprevisível , podemos contar com chuva, pista meio seca, meio molhada e tudo isso favorece a equipe em conseguir algo positivo."

compartilhar
comentários
Force India confirma Ocon para repor saída de Hülkenberg
Artigo anterior

Force India confirma Ocon para repor saída de Hülkenberg

Próximo artigo

Galeria: decisões de título em Interlagos

Galeria: decisões de título em Interlagos
Carregar comentários