“Nunca perdi a confiança na equipe", garante Nasr

Piloto brasiliense comemora “como vitória” pontos marcados em Interlagos: “isso significa muito”

“Nunca perdi a confiança na equipe", garante Nasr
Felipe Nasr, Sauber F1 Team
Felipe Nasr, Sauber C35
Marcus Ericsson, Sauber C35 leads team mate Felipe Nasr, Sauber C35
(L to R): Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM09 and Felipe Nasr, Sauber C35 battle for position
Felipe Nasr, Sauber C35 and Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB12 battle for position
Felipe Nasr, Sauber C35 and Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM09 battle for position
Felipe Nasr, Sauber C35

O ano de 2016 foi uma provação para Felipe Nasr. Depois de algumas desavenças com seu time e com o companheiro de equipe dentro da pista, o piloto enfrentava momento difícil para continuar no grid da F1 antes do GP do Brasil deste final de semana.

Foi quando uma ajuda dos céus lhe veio bem a calhar. Felipe se utilizou da chuva que caiu durante todo o domingo em Interlagos para conquistar dois pontos importantes para a Sauber. Com isso, o time garante um premiação da Fórmula 1 por estar classificado no top-10 do campeonato de construtores.

"Isso definitivamente ajuda. Ajuda a todos, motiva a equipe e todos que estão envolvidos no projeto de 2017. Eu nunca perdi a confiança na equipe", disse Nasr.

"Eu sempre tive fé de que poderíamos conseguir isso. Depois de um ano tão difícil, esses dois pontos significam muito. Para nós é uma vitória. Temos um carro super difícil de dirigir.”

"Em termos de desempenho teria sido impossível estar nos pontos, mas condições como essas nos dão oportunidade."

Nasr disse que o resultado foi ainda mais doce pelo fato de que foi conquistado em sua corrida de casa.

"Parece ainda melhor", disse ele. "É como um sonho realizado ter meus primeiros pontos aqui no Brasil, em uma pista tão histórica e vendo os fãs na arquibancada. No final, foi muito especial.”

"Eu não conseguia esconder o quão feliz estava depois de um ano tão difícil desde o início para todos nós. As condições estavam difíceis para todos, mas conseguimos manter o carro na pista.”

"No final, isso é o que importa. Fizemos dois pontos e eu não poderia estar mais feliz. Eu não poderia ter imaginado uma maneira melhor de conseguir isso. Sabia que neste fim de semana era uma possibilidade por conta do clima.”

"Fiquei surpreso com o ritmo que tivemos, mantendo alguns carros mais rápidos atrás. Acho que todos nós merecemos isso depois de um ano tão difícil. Isso dá motivação a toda equipe. Todo mundo está envolvido nisso e é definitivamente um impulso para 2017."

compartilhar
comentários
Rosberg e Hamilton têm mesma estratégia de pneus em decisão
Artigo anterior

Rosberg e Hamilton têm mesma estratégia de pneus em decisão

Próximo artigo

Dennis diz que "falsos motivos" o forçaram a sair da McLaren

Dennis diz que "falsos motivos" o forçaram a sair da McLaren
Carregar comentários