Para Button e Vettel, FIA é quem deve decidir sobre Halo

Sebastian Vettel e Jenson Button acreditam que item de segurança não deve ser decidido pela vontade dos times, mas imposto pela entidade que controla a Fórmula 1

Para Button e Vettel, FIA é quem deve decidir sobre Halo
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H running the Halo cockpit cover
Pierre Gasly, Red Bull Racing RB12 Test Driver running the Halo cockpit cover
Pierre Gasly, Red Bull Racing RB12 Test Driver running the Halo cockpit cover
Jenson Button, McLaren
Sebastian Vettel, Ferrari
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H running the Halo cockpit cover
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H running the Halo cockpit cover
Pierre Gasly, Red Bull Racing RB12 Test Driver running the Halo cockpit cover
Carregar reprodutor de áudio

O Grupo de Estratégia da Fórmula 1 se reúne na próxima quinta-feira para discutir a introdução do Halo em 2017, com o aparato de segurança tendo grandes chances de ter o uso aprovado. 

Devido ao curto espaço de tempo, entretanto, qualquer movimento que implique na introdução do Halo precisará de apoio unânime da Comissão da F1 - a Red Bull já deixou claro, entretanto, que é contra a ideia.

Após a apresentação feita pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) aos pilotos em Hungaroring, no último final de semana, Sebastian Vettel e Jenson Button, diretores da GPDA (Grand Prix Drivers' Association), creem que a decisão sobre o Halo deveria ser pura e simplesmente da FIA.

"A decisão deve ser tomada tendo a segurança como critério. Não cabe a nós decidirmos se devemos implantar a peça ou não, a decisão deve ser de quem comanda o esporte", disse.

"Se a FIA acredita que haverá problema de segurança se não utilizarmos, devemos ter o Halo no carro. Se acharem que não há problema, não instalamos. Não acho que caiba às equipes decidir a questão - é um problema de segurança", acrescentou.

Vettel foi questionado se ele ficaria insatisfeito caso as equipes descartassem o Halo devido à aparência e respondeu de forma irônica: "Não foi feito pensando na aparência, foi?", disse.

"Para mim, a apresentação da FIA foi muito clara. O resultado da implantação do Halo é positivo em todos os cenários mostrados por eles, então creio que agora cabe à FIA impulsionar a introdução da peça", ressaltou.

"Você pode até debater as vantagens e desvantagens no Grupo de Estratégia, mas creio que devemos respeitar o estudo da FIA e os resultados apresentados - que pareceram positivos em linhas gerais. Como disse, acho que cabe mesmo à FIA decidir o que fazer", completou.

compartilhar
comentários
GP da Alemanha deve ser realizado sem chuva
Artigo anterior

GP da Alemanha deve ser realizado sem chuva

Próximo artigo

Evolução da McLaren preocupa Toro Rosso

Evolução da McLaren preocupa Toro Rosso