Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
60 dias
06 mai
Próximo evento em
102 dias
20 mai
Próximo evento em
116 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
130 dias
10 jun
Próximo evento em
137 dias
24 jun
Próximo evento em
151 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
158 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
172 dias
29 jul
Próximo evento em
186 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
214 dias
02 set
Próximo evento em
221 dias
09 set
Próximo evento em
228 dias
23 set
Próximo evento em
242 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
249 dias
07 out
Próximo evento em
256 dias
21 out
Próximo evento em
270 dias
28 out
Próximo evento em
277 dias
05 nov
Próximo evento em
285 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
298 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
313 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
322 dias

Para Massa, Vettel terá que aprender a lidar com equipe dividida

compartilhar
comentários
Para Massa, Vettel terá que aprender a lidar com equipe dividida

Brasileiro lembra que Red Bull trabalhou em função do alemão por cinco anos, mas situação mudou

Em quatro corridas o tetracampeão Sebastian Vettel já ouviu duas vezes o rádio de sua equipe avisar que seu companheiro, Daniel Ricciardo, era mais rápido e que o alemão deveria, portanto, abrir passagem. Para o brasileiro Felipe Massa, a situação quase inimaginável antes do campeonato começar mostra que Vettel terá que suar muito se quiser vencer o australiano recém chegado na Red Bull.

“Isso mostra, sem dúvida, que o Ricciardo é um piloto bom, rápido e que tem talento para estar lá. Ele chegou em uma equipe grande e o que demonstrou até agora foi um ótimo trabalho”, disse o piloto da Williams aos jornalistas brasileiros presentes no GP da China.

O brasileiro pondera que Ricciardo chegou no melhor momento possível à nova equipe e que ele teria mais dificuldade se tivesse chegado no ano passado, antes da mudança de regulamento. Mas, de qualquer jeito, isto não tira o talento do ex-Toro Rosso em sua opinião.

“Ele chega no momento melhor pra chegar. A melhor hora de mudança é quando tudo muda. Tenho certeza que ele teria um trabalho um pouco mais difícil se tivesse chegado no ano passado, quando o Vettel já estava acostumado com o carro, com a equipe trabalhando em função dele por muitos anos. Antes o Vettel conhecendo tudo, sabia o carro que tinha. Quando tudo muda e o carro é novo, o trabalho fica diferente para o piloto experiente também. Então, acho que isso ajuda o Ricciardo. Mas mostra que ele tem talento, é um ótimo piloto. E o Vettel vai ter que acelerar muito, fazer tudo certo, senão a chance de não ficar na frente existe”, considera Massa.

Para o vice-campeão de 2008, Sebastian Vettel vive no momento um fato novo, após dominar o ex-companheiro Mark Webber nos últimos cinco anos. E o tetracampeão terá de aprender a superar esta situação.

“Quando ele tinha uma equipe em que o trabalho era em cima dele, tudo para ele, pelos anos em que ele dominou o Webber, era muito mais simples, mais fácil. A hora que a gente tem um pouco mais de pressão, o trabalho muda. A pressão faz efeito. È um momento novo para ele e ele terá que passar por cima. Não tiro o talento do Vettel, não tiro o piloto que ele é, pois tudo o que ele fez merece aplauso e reconhecimento, mas este momento novo ele terá que superar”, concluiu o brasileiro.
Problemas da McLaren têm a ver com temperatura, diz chefe

Artigo anterior

Problemas da McLaren têm a ver com temperatura, diz chefe

Próximo artigo

Kimi admite dificuldade para fazer pneus funcionarem

Kimi admite dificuldade para fazer pneus funcionarem
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Felipe Massa , Sebastian Vettel , Daniel Ricciardo