Pérez detona direção de TV da F1: "Não estão fazendo um grande trabalho"

compartilhar
comentários
Pérez detona direção de TV da F1: "Não estão fazendo um grande trabalho"
Por:
Co-autor: Jonathan Noble
Traduzido por: Vital Neto

Carlos Sainz Jr. e Gunther Steiner também reclamaram da falta de atenção da televisão ao grupo intermediário

O piloto da Racing Point, Sergio Perez, acredita que os diretores de TV da Fórmula 1 "não estão fazendo um bom trabalho" ao capturar os momentos mais emocionantes das corridas nos fins de semana de GP.

Perez ultrapassou Lando Norris na última volta do GP de Abu Dhabi, o que também significou desbancar o jovem britânico na disputa pelo 10º lugar na tabela de classificação do campeonato, mas o lance não foi exibido na transmissão ao vivo, ao invés disso, a televisão mostrou Lewis Hamilton completar sua última volta antes da bandeirada.

Leia também:

O companheiro de equipe de Norris na McLaren, Carlos Sainz Jr., também completou uma ultrapassagem decisiva na última volta para garantir o sexto no campeonato de pilotos, algo que também foi deixado de lado pela transmissão ao vivo.

Quando questionado sobre o estado atual da F1, Perez disse: "O principal problema, na minha opinião, é a diferença entre as equipes".

"Quando você vê as disputas no meio do pelotão com os mesmos pneus, com a mesma aerodinâmico, com as mesmas besteiras de que falamos todo fim de semana, elas são disputadas no grupo intermediário".

"É incrível. O problema é que eles não mostram isso na TV. Acho que os diretores não estão fazendo um bom trabalho. Mas a corrida no meio do grid é inacreditável".

"É um esporte fantástico, mas os espectadores ficarão muito felizes em ver uma corrida como essa - ligue a TV e você não saberá quem vai vencer a corrida".

"Ligue a qualificação e você não sabe como ficarão as cinco principais equipes. Isso é muito bacana de ver. Como fã, eu amaria assistir isso".

Disputas são intensas no meio do pelotão.

Disputas são intensas no meio do pelotão.

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

Sainz disse em setembro que queria "agir" devido à falta de tempo de transmissão que as equipes de meio do grid recebem, depois de ter participado de uma batalha entre quatro carros pela 11ª posição no final do GP de Singapura, que não foi exibida nas telas.

Questionado pelo Motorsport.com sobre ultrapassagens como a sua em Daniel Ricciardo no final da corrida de Abu Dhabi não sendo transmitida, Sainz disse: "Espero que eles mostrem isso em breve".

"Se não, obviamente, eu já fiquei desapontado antes, não vou falar muito sobre isso, mas acho que todo mundo falou sobre essa batalha pelo P6 no meio do pelotão por um fim de semana inteiro e então a disputa terminou apenas na última volta".

"Em uma das últimos curvas e ainda assim eles não o mostraram na TV. Portanto, é obviamente estranho que todos se empolguem com essas batalhas pelo P6 e no final ninguém mostre isso na TV".

O chefe de equipe da Haas, Gunther Steiner, concordou que a cobertura das equipes do grupo intermediário poderia ser melhorada.

"Acho que deveria ser mostrado um pouco mais, porque lá na frente não há muita coisa acontecendo e você precisa mostrar ao espectador o cenário inteiro, porque, caso contrário, você realmente não entende por que isso é mostrado", disse ele. "Seria muito bom se eles pudessem mostrar mais da nossa perspectiva".

Quer ver Fórmula 2, Fórmula 3, Indy e Superbike de graça? Inscreva-se no DAZN e tenha acesso grátis por 30 dias a uma série de eventos esportivos. Cadastre-se agora clicando aqui.

Sainz entra no ranking das grandes recuperações:

No GP do Brasil, Sainz largou na última posição do grid e completou a corrida em quarto, algo pouco explorado pela televisão. No entanto, Hamilton recebeu uma punição depois da corrida, o que resultou na promoção do espanhol ao pódio. Ao garantir o terceiro lugar, o piloto da McLaren garantiu um lugar no ranking das maiores corridas de recuperação da história. Confira a lista:

20 - (16 posições): Peter Whitehead, Ferrari: de 19º a 3º no GP da França de 1950

20 - (16 posições): Peter Whitehead, Ferrari: de 19º a 3º no GP da França de 1950
1/20

Foto de: LAT Images

19 - (17 posições): Carlos Sainz, McLaren: de 20º a 3º no GP do Brasil 2019

19 - (17 posições): Carlos Sainz, McLaren: de 20º a 3º no GP do Brasil 2019
2/20

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

18 - (17 posições): Lewis Hamilton, Mercedes: del 20º a 3º no GP da Alemanha de 2014

18 - (17 posições): Lewis Hamilton, Mercedes: del 20º a 3º no GP da Alemanha de 2014
3/20

Foto de: XPB Images

17 - (17 posições): Jarno Trulli, Toyota: de 20º a 3º no GP da Austrália de 2009

17 - (17 posições): Jarno Trulli, Toyota: de 20º a 3º no GP da Austrália de 2009
4/20

Foto de: Sutton Motorsport Images

16 - (17 posições): Rubens Barrichello, Ferrari: de 20º a 3º no GP do Canadá de 2005

16 - (17 posições): Rubens Barrichello, Ferrari: de 20º a 3º no GP do Canadá de 2005
5/20

Foto de: XPB Images

15 - (18 posições): Sebastian Vettel, Ferrari: de 20º a 2º no GP da Alemanha de 2019

15 - (18 posições): Sebastian Vettel, Ferrari: de 20º a 2º no GP da Alemanha de 2019
6/20

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

14 - (18 posições): Lewis Hamilton, Mercedes: de 21º a 3º no GP de Bélgica de 2016

14 - (18 posições): Lewis Hamilton, Mercedes: de 21º a 3º no GP de Bélgica de 2016
7/20

Foto de: XPB Images

13 - (18 posições): Juan Pablo Montoya, McLaren: de 20º a 2º no GP da Alemanha de 2005

13 - (18 posições): Juan Pablo Montoya, McLaren: de 20º a 2º no GP da Alemanha de 2005
8/20

Foto de: XPB Images

12 - (18 posições): Rubens Barrichello, Ferrari: de 18º à vitória no GP da Alemanha de 2000

12 - (18 posições): Rubens Barrichello, Ferrari: de 18º à vitória no GP da Alemanha de 2000
9/20

Foto de: LAT Images

11 - (18 posições): Jacques Laffite, Ligier: de 20º a 2º no GP da Austrália de 1985

11 - (18 posições): Jacques Laffite, Ligier: de 20º a 2º no GP da Austrália de 1985
10/20

Foto de: Sutton Motorsport Images

10 - (18 posições): John Watson, McLaren: de 21º a 3º no GP dos Estados Unidos de 1983

 10 - (18 posições): John Watson, McLaren: de 21º a 3º no GP dos Estados Unidos de 1983
11/20

Foto de: LAT Images

9 - (19 posições): Lewis Hamilton, Mercedes: de 22º a 3º no GP da Hungria de 2014

9 - (19 posições): Lewis Hamilton, Mercedes: de 22º a 3º no GP da Hungria de 2014
12/20

Foto de: XPB Images

8 - (19 posições): Kimi Raikkonen, McLaren: de 22º a 3º no GP do Bahrein de 2006

8 - (19 posições): Kimi Raikkonen, McLaren: de 22º a 3º no GP do Bahrein de 2006
13/20

Foto de: XPB Images

7 - (20 posições): Teo Fabi, Brabham: de 23º a 3º no GP dos Estados Unidos de 1984

7 - (20 posições): Teo Fabi, Brabham: de 23º a 3º no GP dos Estados Unidos de 1984
14/20

Foto de: LAT Images

6 - (20 posições): Ron Flockhart, Connaught B Alta: de 23º a 3º no GP da Italia de 1956

6 - (20 posições): Ron Flockhart, Connaught B Alta: de 23º a 3º no GP da Italia de 1956
15/20

Foto de: LAT Images

5 - (21 posições): Sebastian Vettel, Red Bull: de 24º a 3º no GP de Abu Dhabi de 2012

5 - (21 posições): Sebastian Vettel, Red Bull: de 24º a 3º no GP de Abu Dhabi de 2012
16/20

Foto de: Andrew Hone / Motorsport Images

4 - (21 posições). Niki Lauda, McLaren: de 23º a 2º no GP dos Estados Unidos de 1983

4 - (21 posições). Niki Lauda, McLaren: de 23º a 2º no GP dos Estados Unidos de 1983
17/20

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

3 - (21 posições): Emerson Fittipaldi, Skol Fittipaldi: de 24º a 3º no GP dos Estados Unidos de 1980

3 - (21 posições): Emerson Fittipaldi, Skol Fittipaldi: de 24º a 3º no GP dos Estados Unidos de 1980
18/20

Foto de: LAT Images

2 - (22 posições): John Watson, McLaren: de 22º à vitória no GP dos Estados Unidos de 1983

2 - (22 posições): John Watson, McLaren: de 22º à vitória no GP dos Estados Unidos de 1983
19/20

Foto de: Jean-Philippe Legrand

1 - (25 posições): Onofre Marimón, Maserati 250F: de 28º a 3º no GP da Grã-Bretanha de 1954

1 - (25 posições): Onofre Marimón, Maserati 250F: de 28º a 3º no GP da Grã-Bretanha de 1954
20/20

Foto de: LAT Images

2020 em foco:

Com o fim da temporada da Fórmula 1, fizemos um balanço do ano que está se encerrando e traçamos um panorama sobre o que está por vir em 2020. Confira esse e outros assuntos no episódio dessa semana do podcast do Motorsport.com:

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Siga o Motorsport.com Brasil no TwitterFacebookInstagram e Youtube.

Seis anos após acidente e visitas a hospital em Paris em 2019, estado de saúde de Schumacher permanece pouco claro

Artigo anterior

Seis anos após acidente e visitas a hospital em Paris em 2019, estado de saúde de Schumacher permanece pouco claro

Próximo artigo

"Hamilton ainda é melhor que Verstappen", afirma Helmut Marko

"Hamilton ainda é melhor que Verstappen", afirma Helmut Marko
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Sergio Perez , Carlos Sainz Jr.
Equipes McLaren , Racing Point
Autor Jack Cozens