Perez: Racing Point não interferiu na disputa pela liderança do GP da Turquia

Equipe usou 'feedback' de granulação dos pneus de Stroll para manter o mexicano na pista até o fim da corrida

Perez: Racing Point não interferiu na disputa pela liderança do GP da Turquia

O mexicano Sergio Perez disse que não houve nenhuma ordem de equipe em vigor com o companheiro Lance Stroll, da Racing Point, enquanto eles disputavam a liderança no GP da Turquia de Fórmula 1 no último domingo.

A Racing Point parecia rumo a um resultado surpreendente em Istanbul Park, depois que Stroll e Perez ganharam uma vantagem considerável sobre o resto do pilotos no início da corrida.

Leia também:

Com baixa aderência e chuva, o pole-position Stroll chegou a ter vantagem de mais de dez segundos sobre Perez, mas foi pressionado pelo seu companheiro de equipe quando seu primeiro jogo de pneus intermediários se aproximava do fim de sua vida útil.

Assim que Perez se aproximou do líder a 20 voltas do fim, a Racing Point chamou Stroll para os boxes para um segundo conjunto de intermediários, apenas para eles se recomporem rapidamente e fazerem o canadense se recuperam.

Stroll terminou a corrida em nono, enquanto Perez não foi mais aos boxes até o final da corrida, ficando em segundo lugar, atrás de Lewis Hamilton.

Mexicano terminou o GP da Turquia na segunda posição

Mexicano terminou o GP da Turquia na segunda posição

Photo by: Steven Tee / Motorsport Images

Perez enfatizou que não houve interferência da Racing Point entre os dois pilotos durante a corrida de domingo, e que o foco deles estava em garantir o máximo de pontos possível para a equipe para ajudar na sua luta pelo terceiro lugar no campeonato de construtores.

"Não, estamos em uma grande luta pelo terceiro lugar no ranking de construtores, e isso é o que realmente importa para nós", disse Perez.

“Então, tudo se resumia a colocar os dois carros o mais alto possível na classificação. Acho que o carro líder no momento era o Lance e, naquela cenário, achávamos que o melhor era parar.

"Não funcionou para ele, mas no final conseguimos marcar bons pontos. Superamos a nossa competição e ainda temos três corridas muito importantes para nós no campeonato."

Stroll ficou intrigado e frustrado com a queda nas posições depois de colocar seu segundo conjunto de pneus intermediários, dizendo que eles haviam granulado imediatamente.

A Racing Point usou o feedback de Stroll sobre a granulação nos intermediários para ajudar na decisão de Perez, mantendo o mexicano na pista até o fim com pneus gastos.

“Esperávamos mais chuva no final da corrida e ao mesmo tempo sofríamos bastante com os cruzamentos.

“Estávamos passando pela fase de granulação e eu fui capaz de controlar depois disso. Quando ele fez o pit, eu também estava [pensando na] ideia de tentar outro conjunto porque o meu estava muito desgastado.

"Mas então a equipe me informou que seu ritmo não estava melhorando, então decidimos continuar na pista”.

"Mas pensando bem, levando em conta o quanto sofremos nas voltas finais, nós provavelmente poderíamos ter feito a troca de pneus."

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil
Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PÓDIO: Hamilton dá show para vencer na Turquia e conquista heptacampeonato; veja debate sobre o GP

PODCAST: O calendário 'pós-pandemia' da F1 2021 é o mais correto? Ouça o debate

 

compartilhar
comentários
Brawn vê Hamilton no auge da carreira: "É um domínio que vemos apenas uma vez na vida"
Artigo anterior

Brawn vê Hamilton no auge da carreira: "É um domínio que vemos apenas uma vez na vida"

Próximo artigo

Vettel diz ter "tolerância zero" para incidente com guindaste na Turquia

Vettel diz ter "tolerância zero" para incidente com guindaste na Turquia
Carregar comentários