Fórmula 1 GP da Espanha

Red Bull confirma atualizações para Espanha e projeta dificuldades para a Aston Martin na segunda metade de 2023

Em Barcelona, aliás, a Ferrari também terá novidades em reação ao novo pacote introduzido pela Mercedes no GP de Mônaco

Helmut Marko, Consultant, Red Bull Racing, with Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing

Consultor de automobilismo da Red Bull, Helmut Marko confirmou que a equipe terá atualizações no GP da Espanha de Fórmula 1, disputado no próximo domingo em Barcelona. Além disso, o austríaco projetou dificuldades para a Aston Martin na segunda metade da temporada 2023.

“Vamos tentar algo novo em Barcelona", afirmou um enigmático Marko ao OE24, sem entrar em detalhes sobre o que a Red Bull terá de novo no circuito catalão, palco tradicional de atualizações na categoria máxima do automobilismo mundial.

O editor recomenda:

Na Espanha, aliás, a Ferrari também terá novidades em reação ao novo pacote introduzido pela Mercedes no GP de Mônaco: a expectativa é pela apresentação de uma nova suspensão traseira por parte do time de Maranello. 

De todo modo, a preocupação da Red Bull é com a Aston Martin, equipe vice-líder do campeonato de construtores neste momento, atrás justamente do time taurino, e 'casa' do espanhol Fernando Alonso, terceiro entre os pilotos e só 12 pontos atrás do mexicano Sergio Pérez, da Red Bull.

Marko, porém, está otimista. Ele pondera que muita coisa vai mudar para a Aston em 2023, o tempo de túnel de vento em especial: para o período até 30 de junho, a classificação da temporada anterior é decisiva -- como a equipe de Silverstone foi sétima em 2022, tem bem mais tempo disponível, inclusive para CFD (túnel de vento virtual), que a campeã Red Bull, conforme regras da F1. A partir de 1º de julho, porém, ocorrerá um reset total, tendo como base as posições de 30 de junho. Ou seja...

A Aston saltará repentinamente de P7 (2022) para algo entre P2 e P4. Portanto, ela perderá tempo significativo de túnel de vento e CFD. "Além disso, o teto orçamentário também é um fator que pode ter impacto. Fernando Alonso tem sido surpreendentemente rápido e consistente, mas não conseguiu realmente ameaçar Max (Verstappen, holandês da Red Bull que lidera 2023 e é o atual bicampeão consecutivo da elite global do esporte a motor) por um momento", ponderou Marko.

Como funciona a estratégia de um time e por que a Ferrari vai mal? Rico Penteado explica

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Aston Martin inicia mudança para nova fábrica em Silverstone; veja vídeo
Próximo artigo TELEMETRIA: Rico Penteado analisa quem pode se dar bem na Espanha após atualizações das equipes

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil