Fórmula 1
R
GP de 70º aniversário
07 ago
Próximo evento em
2 dias
04 set
Próximo evento em
30 dias
R
GP da Toscana
11 set
Próximo evento em
37 dias
R
GP de Singapura
17 set
Canceled
R
GP da Rússia
25 set
Próximo evento em
51 dias
R
GP do Japão
08 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
Canceled
R
GP do México
30 out
Canceled
R
GP do Brasil
13 nov
Canceled
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
Próximo evento em
114 dias

Red Bull faz teste em Silverstone com Albon; Verstappen não está presente por restrições de quarentena

compartilhar
comentários
Red Bull faz teste em Silverstone com Albon; Verstappen não está presente por restrições de quarentena
Por:
25 de jun de 2020 11:56

Atualmente em Mônaco, Verstappen teria que fazer 14 dias de quarentena antes de participar do treino; Albon anda com carro de 2020

Nesta quinta-feira, a Red Bull está usando um de seus dias de gravação com o carro de 2020 da Fórmula 1 para tirar a poeira de pilotos e mecânicos. Mas o teste, que está acontecendo em Silverstone, não tem a participação da dupla da equipe. Max Verstappen não conseguiu entrar no Reino Unido para se unir ao grupo devido à quarentena obrigatória de 14 dias para quem entrar no país.

Com isso, Alex Albon é o único piloto presente nos testes desta quinta. O tailandês, além de poder acelerar pela primeira vez com o carro da equipe desde o fim da pré-temporada, também poderá participar nos treinamentos dos novos protocolos que serão obrigatórios durante a nova temporada.

Leia também:

Verstappen, que está em sua casa em Mônaco, só teria condições de participar do teste se tivesse chegado na Inglaterra há duas semanas, até o dia 11 de junho. Porém, como o teste da Red Bull foi anunciado em cima da hora, a situação ficou complicada para o holandês.

Mas tanto a equipe quanto o piloto concordaram com a situação e o teste foi mantido.

 

A falta de Verstappen significa que ele será um dos poucos pilotos do grid, e o único do pelotão da frente, que não terá andado com um carro de F1, atual ou antigo, antes da primeira corrida da temporada, no Red Bull Ring.

A Mercedes fez um teste no início do mês com o modelo de 2018 também em Silverstone logo após o início das restrições de quarentena, o que possibilitou a entrada de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas no país para participar.

Já a Ferrari fez um teste nessa semana em Mugello com seus pilotos conduzindo o carro de 2018. A Renault seguiu o mesmo caminho e levou Daniel Ricciardo e Esteban Ocon ao Red Bull Ring.

A Red Bull tinha opções mais limitadas na mesa devido às restrições atuais sobre testes. Em teoria, a equipe poderia ter feito um treino de dois dias com o carro de 2018, mas, como ainda corrida com motores Renault na época, teria que entrar em contato com a antiga fornecedora para poder realizar os testes.

E, mesmo com a liberação para andar com o carro de 2020, o teste é limitado a apenas 100 quilômetros, o que daria cerca de 17 voltas na pista britânica, ou seja, um terço da distância do GP tradicional.

No final, fazia mais sentido para a Red Bull fazer o teste com o carro de 2020 em Silverstone apenas com Albon. Verstappen dificilmente ficaria em uma situação desfavorável por isso.

 

Veja como os novos gráficos da F1 vão agitar os GPs e colocar Senna e Piquet x Verstappen e Hamilton

PODCAST: As notas atribuídas aos pilotos no game F1 2020 são malucas?

 

Ex-diretor da McLaren, Gil de Ferran crê que Ricciardo vai se dar bem na equipe inglesa de F1

Artigo anterior

Ex-diretor da McLaren, Gil de Ferran crê que Ricciardo vai se dar bem na equipe inglesa de F1

Próximo artigo

F1 lança fundação visando maior diversidade no esporte; Carey faz doação de R$5 mi

F1 lança fundação visando maior diversidade no esporte; Carey faz doação de R$5 mi
Carregar comentários