Ricciardo: alguns pilotos não respeitaram limites de pista

Australiano se queixa de quebra de regras na sexta-feira, mas diz que fez sua parte: “me comportei bem hoje”

Ricciardo: alguns pilotos não respeitaram limites de pista
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing signs autographs for the fans
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB12
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing with Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB12
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing and Max Verstappen, Red Bull Racing
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing with Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
Carregar reprodutor de áudio

Com o novo sistema eletrônico não sendo usado para deletar os tempos dos pilotos que passaram dos limites de pista nesta sexta-feira, Daniel Ricciardo disse que muitas das voltas realizadas nos treinos de hoje não valeriam na classificação.

No entanto, ele falou que está tranquilo, já que respeitou todos os limites.

"Eu acho que isso é bom", disse Ricciardo, segundo colocado nesta sexta, quando perguntado sobre limites de pista. "Pelo menos há uma medição precisa.”

"Eu sei que eles não estavam controlando hoje, vi um monte de carros fazendo suas melhores voltas com as quatro rodas fora da pista. Para a classificação isso vai ser realmente importante, e para a corrida eles precisam administrar isso bem.”

"Vamos ver. É bom que eles estejam tomando algumas medidas agora.”

"As zebras parecem ok. Os limites de pista que aplicaram são bons já que são em curvas onde é fácil andar com as quatro rodas fora da pista. Estes sensores são bons.”

"Amanhã vamos ter que obedecer. Me comportei bem hoje, por isso espero bons treinos amanhã."

Diferença para Mercedes é "muito genuína"

Ricciardo acredita que seus 0s6 de desvantagem para Nico Rosberg reflitam a realidade.

"Acho que é muito genuíno", disse ele. "Se estamos perto na sexta-feira, então isso não mudará no sábado. O resultado de hoje é bastante representativo.”

"Nós estamos muito bem, gostaríamos de estar um pouco mais perto das Mercedes. No momento estamos como a segunda força, um pouco mais rápidos que a Ferrari hoje.”

"Estamos mais ou menos onde esperávamos estar, sabíamos que estaríamos perto da Ferrari. Se pudermos ficar à frente vai ser bom. Se pudermos ficar logo atrás das Mercedes, é provavelmente o que esperamos."

compartilhar
comentários
Hamilton bate e Rosberg lidera sexta-feira na Hungria
Artigo anterior

Hamilton bate e Rosberg lidera sexta-feira na Hungria

Próximo artigo

Bottas admite: supermacios são "grande problema" na Williams

Bottas admite: supermacios são "grande problema" na Williams