Ricciardo: Gutierrez é o pior em obedecer bandeira azul

Australiano alega que perdeu mais tempo atrás do mexicano do que todos da pista

Ricciardo: Gutierrez é o pior em obedecer bandeira azul
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16 sends sparks flying
Podium: second place Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16; Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-16; and Pascal Wehrlein, Manor Racing MRT05 at the start of the race
Podium: second place Daniel Ricciardo, Red Bull Racing

Daniel Ricciardo percebeu que estava significativamente segurado por Esteban Gutierrez nos momentos finais da corrida e comentou de maneira sarcástica pelo rádio: "Esteban é o meu piloto favorito, eu amo esse cara."

Seu engenheiro de corridas, Simon Rennie respondeu: "Não se preocupe, ele está fazendo isso com todos, não apenas você."

A cena acontece uma semana depois que Lewis Hamilton expressou seu descontentamento por ter sido segurado por Gutierrez durante o GP da Hungria, com direito a um gesto obsceno.

Gutierrez foi penalizado naquela ocasião, mas nenhuma penalidade foi dada ao piloto da Haas em Hockenheim.

Falando após a corrida, Ricciardo disse: "Para ser honesto, fora da pista eu não tenho problemas com Esteban, acho que ele é realmente um dos caras mais legais."

"Ultimamente ele fica no caminho de alguns de nós quando as bandeiras azuis são acionadas e discutimos isso na reuniões dos pilotos."

"Eu já estive nesta posição, sei que é chato sair da linha - parece que nas últimas três corridas todos estão indo bem e ele está fazendo um trabalho pior do que os outros, de modo que isso é um pouco frustrante."

"Estava tentando dizer educadamente que é possível. Já foi dito isso a ele e pensei que tivesse resolvido, mas, para mim, perdi mais tempo atrás dele do que qualquer outra pessoa."

O outro lado

Gutierrez comentou o caso após a prova:

"Daniel não estava feliz? Sério? Vou falar com ele ", explicou o piloto Haas. "Estou surpreso porque eu vi que ele estava atrás, claro, mas ele estava muito longe nesse momento."

"Em algum momento eu tirei o pé e perdi cerca de dois segundos. Não foi minha intenção bloqueá-lo, mas se ele não está confortável com isso, vou falar com ele, porque não foi minha intenção de fazer qualquer mal a ninguém."

compartilhar
comentários
Termina sequestro de sogra de Bernie Ecclestone

Artigo anterior

Termina sequestro de sogra de Bernie Ecclestone

Próximo artigo

Era híbrida da F1 chega ao 50º GP; confira números

Era híbrida da F1 chega ao 50º GP; confira números
Carregar comentários