Ricciardo: "Nem sempre uma vitória na F1 é o primeiro lugar"

Piloto comenta difícil processo de adaptação a novas equipes, onde atingir objetivos pode ser considerado um triunfo

Ricciardo: "Nem sempre uma vitória na F1 é o primeiro lugar"

Daniel Ricciardo diz que quer estar em "uma posição privilegiada" para lutar pelo título da Fórmula 1 em 2024, caso a McLaren esteja pronta para lutar pelo campeonato. O chefe da equipe, Zak Brown, disse no início deste mês não terá desculpas para não estar em posição de disputa até 2024, uma vez que todas as suas infraestruturas - incluindo o novo túnel de vento - estiverem instaladas e funcionando a plena capacidade.

A escuderia, que usou a tecnologia da Toyota em Colônia por quase uma década, anunciou em 2019 planos para construir sua própria, e embora esperada para levar cerca de dois anos, foi adiada pela pandemia.

Leia também:

O contrato atual de Ricciardo com a McLaren vai até 2023, mas ele sente que a equipe ainda precisa de alguns anos antes de alcançar os líderes da F1: "Eu entendo que estamos em uma grande trajetória, mas agora ainda existem alguns obstáculos que provavelmente vão nos impedir, digamos, de lutar por um campeonato nos próximos um ou dois anos."

"No entanto, é um pouco real agora que o túnel de vento é uma grande peça do quebra-cabeça. Pode ser a última. Eu acho que, olhando para isso agora, procuro evoluir e continuar planejando onde estarei nos próximos dois anos com a McLaren, e me colocar em uma posição privilegiada para a temporada de 24."

"Parece loucura falar tão à frente, mas às vezes você tem que pensar assim", acrescentou.

O australiano chegou à equipe vindo da Renault este ano, mas tem lutado para se adaptar às características do carro britânico e foi ofuscado pelo companheiro de equipe Lando Norris até agora. Ele reconhece que entrar no ritmo de uma nova escuderia é um processo que leva tempo e admite que está lidando melhor com a situação depois de amadurecer ao longo da carreira.

"Não me interpretem mal, estou definitivamente tentando! Quero toda a glória hoje, mas acho que a experiência me diz que é um processo", disse Ricciardo. "Eu acho que com a idade, sabedoria e provavelmente a maturidade vem um pouco mais de compostura do que dizer. Quando eu era mais jovem, esperava o mundo de tudo e isso não estava acontecendo"

"Então, sim, eu provavelmente teria dado alguns acessos de raiva agora e perdido o controle mentalmente, por assim dizer."

"É aí que estar aqui por um tempo me ajuda a respirar, dar um passo para trás, passar por isso e entender que há um motivo pelo qual as coisas não estão boas. Preciso encontrar algumas respostas, em vez de apenas jogar minhas mãos e afastar-me."

Daniel Ricciardo, McLaren MCL35M

Daniel Ricciardo, McLaren MCL35M

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

O australiano venceu sete corridas na Fórmula 1 e seu último triunfo foi no GP de Mônaco 2018, com a Red Bull - e admite que, por não ter pilotado por uma equipe de ponta por quase três anos, teve que adaptar sua mentalidade para se manter totalmente motivado.

"De certa forma, você tem que mudar um pouco. Não sei dos objetivos, da meta, mas você tem que criar diferentes vitórias em sua mente, onde nem sempre pode ser o primeiro lugar. Voltando ao ano passado, ganhei na Renault quando levei aquele carro ao pódio. Eu sabia que se fosse capaz de fazer isso me daria essa satisfação."

"Eu sei que você só vai vencer se estiver naquele time de ponta ou talvez naqueles quatro carros dominantes por ano. Se não, precisa definir outras metas para si mesmo e manter a motivação alta."

"É provavelmente o único esporte no mundo que tem uma porcentagem de vitórias tão baixa. Por exemplo, nos de equipe você está ganhando 50% das vezes. Na F1, minha proporção de triunfos é provavelmente como 2% ou algo assim. É uma loucura. Você encontra outras maneiras de aproveitar."

F1: Saiba detalhes da REUNIÃO SECRETA que poderia sacramentar SENNA na FERRARI dias antes de morrer

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual piloto merece uma segunda chance na F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Alpine pode receber penalidade de grid nos próximos GPs; entenda
Artigo anterior

F1: Alpine pode receber penalidade de grid nos próximos GPs; entenda

Próximo artigo

F1: Ferrari ganhou vantagem em 2021 com mais uso de túnel de vento

F1: Ferrari ganhou vantagem em 2021 com mais uso de túnel de vento
Carregar comentários