Fórmula 1
R
GP de Eifel
09 out
Próximo evento em
19 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
33 dias
04 dez
Próximo evento em
75 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
82 dias

Russell detona liberação de troca de pneus durante bandeira vermelha: "Perdi uma posição para Charles por isso"

compartilhar
comentários
Russell detona liberação de troca de pneus durante bandeira vermelha: "Perdi uma posição para Charles por isso"
Por:

O piloto da Williams lamentou a perda da posição, que poderia ter rendido seu primeiro ponto na F1

Depois de alguns pilotos da Fórmula 1 cobrarem mudanças no regulamento envolvendo bandeiras vermelhas, especialmente a troca livre de pneus, o assunto voltou à tona no GP da Toscana do domingo, vencido por Lewis Hamilton. Para o piloto da Williams, George Russell, ele perdeu a chance de conquistar seus primeiros pontos na F1 por causa das regras.

Em particular, ele sentiu que Charles Leclerc, da Ferrari, conseguiu se beneficiar da regra porque sua estratégia não era das melhores. O monegasco, que estava com pneus duros, conseguiu colocar compostos macios na segunda bandeira vermelha.

Leia também:

"Eu concordo que o principal problema é a mudança de pneus durante a paralisação", explicou. "O pessoal ganha uma troca de pneus de graça. Estávamos com uma boa estratégia, os pneus funcionavam muito bem para nós e, do nada, as pessoas podem parar e colocar o que quiser".

"Eu estava na frente de Charles. Ele não parou, deu sorte com a bandeira vermelha, e aí conseguiu me passar por ter um jogo novo de pneus. Então eu perdi uma posição para Charles na bandeira vermelha".

Enquanto a mudança de pneus sob bandeira vermelha não é uma regra nova, ela só tem sido alvo de debate nas últimas duas corridas, que, somadas, tiveram três bandeiras vermelhas.

Russell sentiu que, caso a FIA passe a usar a paralisação com mais frequência, o ideal seria adaptar o regulamento.

"Se isso vai se tornar algo mais comum, eles precisam trabalhar em algumas das regras. Você não deveria ter a permissão de fazer uma troca de pneus. Você ainda está correndo, deveria seguir com os pneus que está usando naquele momento".

"As pessoas planejam uma estratégia para uma corrida normal e não para provas com duas bandeiras vermelhas".

O assunto dominou o paddock pela primeira vez após o GP da Itália, quando Lance Stroll se beneficiou da regra, eliminando a necessidade de fazer uma parada para trocar de compostos durante a bandeira vermelha. Isso o deixou em segundo lugar e com pneus novos na relargada.

PÓDIO: GP da Toscana tem acidente bizarro e surpresas no "meio do bolo"

PODCAST: Vitória de Gasly prova que F1 é ambiente 'onde os fracos não têm vez'?

 

Chefe da Mercedes: Vettel ajudará a levar Aston Martin a outro nível

Artigo anterior

Chefe da Mercedes: Vettel ajudará a levar Aston Martin a outro nível

Próximo artigo

CEO da Ferrari vê equipe em "buraco" e aposta em reinício para 2022: "Essa é a nossa esperança"

CEO da Ferrari vê equipe em "buraco" e aposta em reinício para 2022: "Essa é a nossa esperança"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos George Russell
Autor Jonathan Noble