Conteúdo especial
Fórmula 1 GP do Brasil

Saiba quais foram as 20 maiores corridas de recuperação até o pódio na história da F1

Pódio de Sainz, que partiu de 20º e chegou em 3º no GP do Brasil, entrou para a lista dos maiores de todos os tempos

Podium: second place Michael Schumacher, Ferrari, Race winner Fernando Alonso, RenaultF1 Team, third

A recuperação de Carlos Sainz Jr. no GP do Brasil, que resultou em seu primeiro pódio na Fórmula 1, foi uma das maiores da história. Partindo da 20ª posição, o espanhol da McLaren ganhou nada menos que 17 posições para chegar ao terceiro posto. Neste especial, trouxemos uma galeria com 20 as maiores recuperações, em termos de posições ganhas, em corridas da F1.

Leia também:

A façanha de Sainz foi além de um primeiro top-3 na F1 e primeiro da McLaren em cinco anos: nenhum piloto havia ganho tantas posições entre a largada e o top-3 para garantir um primeiro pódio na F1.

Nesse sentido, o recorde anterior pertencia a Peter Whitehead que em 1950, ano da primeira temporada da F1, o britânico da Ferrari garantiu uma recuperação que resultou no pódio no GP da França.

Quer ver Fórmula 2, Fórmula 3, Indy e Superbike de graça? Inscreva-se no DAZN e tenha acesso grátis por 30 dias a uma série de eventos esportivos. Cadastre-se agora clicando aqui.

Veja as maiores recuperações que resultaram em pódio da história da F1:

20 - (16 posições): Peter Whitehead, Ferrari: de 19º a 3º no GP da França de 1950
19 - (17 posições): Carlos Sainz, McLaren: de 20º a 3º no GP do Brasil 2019
18 - (17 posições): Lewis Hamilton, Mercedes: del 20º a 3º no GP da Alemanha de 2014
17 - (17 posições): Jarno Trulli, Toyota: de 20º a 3º no GP da Austrália de 2009
16 - (17 posições): Rubens Barrichello, Ferrari: de 20º a 3º no GP do Canadá de 2005
15 - (18 posições): Sebastian Vettel, Ferrari: de 20º a 2º no GP da Alemanha de 2019
14 - (18 posições): Lewis Hamilton, Mercedes: de 21º a 3º no GP de Bélgica de 2016
13 - (18 posições): Juan Pablo Montoya, McLaren: de 20º a 2º no GP da Alemanha de 2005
12 - (18 posições): Rubens Barrichello, Ferrari: de 18º à vitória no GP da Alemanha de 2000
11 - (18 posições): Jacques Laffite, Ligier: de 20º a 2º no GP da Austrália de 1985
 10 - (18 posições): John Watson, McLaren: de 21º a 3º no GP dos Estados Unidos de 1983
9 - (19 posições): Lewis Hamilton, Mercedes: de 22º a 3º no GP da Hungria de 2014
8 - (19 posições): Kimi Raikkonen, McLaren: de 22º a 3º no GP do Bahrein de 2006
7 - (20 posições): Teo Fabi, Brabham: de 23º a 3º no GP dos Estados Unidos de 1984
6 - (20 posições): Ron Flockhart, Connaught B Alta: de 23º a 3º no GP da Italia de 1956
5 - (21 posições): Sebastian Vettel, Red Bull: de 24º a 3º no GP de Abu Dhabi de 2012
4 - (21 posições). Niki Lauda, McLaren: de 23º a 2º no GP dos Estados Unidos de 1983
3 - (21 posições): Emerson Fittipaldi, Skol Fittipaldi: de 24º a 3º no GP dos Estados Unidos de 1980
2 - (22 posições): John Watson, McLaren: de 22º à vitória no GP dos Estados Unidos de 1983
1 - (25 posições): Onofre Marimón, Maserati 250F: de 28º a 3º no GP da Grã-Bretanha de 1954
20

Siga o Motorsport.com Brasil no Twitter, Facebook, Instagram e Youtube

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Comissário convidado na F1, Max Wilson revela motivo da demora de punição a Hamilton no GP do Brasil
Próximo artigo Red Bull espera convencer Honda a permanecer na F1

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil