Sainz elogia direção de prova após série de interrupções

Sexto colocado no GP do Brasil, piloto diz que não esperava mais pontos até o fim desta temporada

Sainz elogia direção de prova após série de interrupções
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11
Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR11
Carregar reprodutor de áudio

Sexto colocado no GP do Brasil, Carlos Sainz se disse bastante satisfeito com as decisões tomadas pela direção de provas na corrida deste último domingo. Para o piloto espanhol, tudo foi feito nos conformes.

"Para mim, é muito fácil dizer de casa: 'olha esses caras, não estão correndo, isso não é mais F1.' De dentro era inacreditável o quão difícil e o quão perigoso foi", disse Sainz.

"Eu encontrei Kimi (Raikkonen) rodado na minha frente e estava a apenas a dez metros de atingi-lo a 300 km/h. De 300 a zero, você pode imaginar a intensidade do acidente.”

"A aquaplanagem era muito alta, e eu não culpo a direção de provas por ser tão cautelosa, porque foi muito difícil."

Oito pontos é um enorme sucesso

Sainz estava em quarto quando a corrida recomeçou após a segunda e última bandeira vermelha. O espanhol perdeu as posições para Max Verstappen e Sebastian Vettel e manteve Nico Hulkenberg e Daniel Ricciardo atrás para ser o sexto, igualando o seu melhor resultado na carreira.

"Eu não me importo, estou muito feliz com o sexto. Quarto fosse talvez possível – ou talvez não, porque estávamos aquaplanando muito.”

"Nós ficamos na pista e chegamos ao fim sem erros.”

"Eu não poderia estar mais feliz. Nós estávamos 2s5 mais lentos que os pilotos de ponta, e hoje andamos bem no molhado. Isso só mostra que o nosso carro é realmente bastante decente. Fizemos um excelente trabalho para chegarmos em sexto.”

"Não poderia ficar mais feliz, porque a Toro Rosso traz para casa oito pontos. Ninguém esperava mais pontos até o fim da temporada, isso é inacreditável."

compartilhar
comentários
Alonso se irrita com Vettel: “na próxima, vou bater nele”
Artigo anterior

Alonso se irrita com Vettel: “na próxima, vou bater nele”

Próximo artigo

Brasil e Espanha travam duelo de Grid Girls no fim de semana

Brasil e Espanha travam duelo de Grid Girls no fim de semana