Vettel pede que F1 olhe para "lado humano" antes de propor calendários extensos

Cronograma de 2022 será o mais longo da história, com 23 corridas, e levantou preocupações por parte de pilotos e membro das equipes

Vettel pede que F1 olhe para "lado humano" antes de propor calendários extensos

Sebastian Vettel acredita que a Fórmula 1 não deve negligenciar o custo humano de um calendário crescente antes de um cronograma recorde em 2022. A divisão deve revelar as datas da próxima temporada na semana que vem, antes da reunião do Conselho Mundial de Esportes Motorizados da FIA , com 23 corridas esperadas.

O CEO e presidente da categoria, Stefano Domenicali, já confirmou os planos para uma temporada com esse número de GPs que, apesar de terminar mais cedo que 2021, contará com o maior número de provas da história da F1.

Leia também:

Isso levantou preocupações sobre a pressão colocada nos funcionários que viajam para cada evento e os sacrifícios envolvidos no trabalho, particularmente para aqueles necessários na pista além dos típicos quatro dias.

Questionado pelo Motorsport.com sobre o que um calendário de 23 corridas pode fazer com as pessoas, Vettel, disse que já se provava como uma "tarefa imensa" para aqueles que trabalham na categoria.

"Não devemos negligenciar que somos um grupo de pessoas e seres humanos que viajam ao redor do mundo", disse o tetracampeão. "Você pode pegar os números: se temos 52 fins de semana em um ano, fazemos 23 deles como GPs e [há] alguns meses em que não podemos realizar provas na maioria dos lugares ao redor do mundo. obviamente resulta em uma temporada muito intensa."

"O objetivo deve ser [que] tenhamos uma maneira sustentável de administrar nosso campeonato, não só para o meio ambiente, mas também olhando para os recursos humanos. Se você tem muitas pessoas envolvidas, os fins de semana são muito mais longos do que os sábados e domingos que vemos na TV."

Vettel sentiu que era importante que a F1 mantivesse sua temporada "de uma forma que aquelas pessoas também pudessem ter uma vida normal longe de seus empregos."

Ele acrescentou: "A maioria deles, sejam engenheiros ou mecânicos - funcionários que trabalham na equipe, têm uma família ou filhos que desejam cuidar. Portanto, devemos olhar bem para onde queremos colocar nossos interesses."

Daniel Ricciardo, McLaren

Daniel Ricciardo, McLaren

Photo by: Steven Tee / Motorsport Images

Daniel Ricciardo, da McLaren, ecoou os pensamentos do colega de grid e acredita ser crucial que as equipes fiquem juntas para manter o ânimo uns dos outros quando as coisas ficam difíceis.

"É muito importante para a escuderia ter relacionamentos próximos com outros membros", disse o australiano. "[Estamos] longe das famílias por longos períodos de tempo, especialmente nas rodadas triplas, então você precisa meio que contar com a ajuda de seus colegas se estiver um pouco para baixo, com saudades de casa ou seja o que for."

"Eu realmente espero que no próximo ano o mundo continue se abrindo e possamos interagir mais com o time. Não é só na pista, mas [queremos] fazer alguns eventos, jantares e acho que ter aquela vida social fora do paddock em um fim de semana ajuda a quebrar a rotina também."

"Acho que é um momento importante para desligar e apenas aliviar um pouco o estresse da viagem ou o que quer que seja", concluiu.

F1 2021: Hamilton VAI TROCAR MOTOR na Turquia? Punições, últimas de Mercedes x RBR e o GP de SP | DIRETO DO PADDOCK

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #136 – Ju Cerasoli faz raio-X da rivalidade Hamilton X Verstappen de quem acompanha direto do paddock

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Pilotos comentam o que esperar da aderência de Istambul; Leclerc quer asfalto escorregadio
Artigo anterior

F1: Pilotos comentam o que esperar da aderência de Istambul; Leclerc quer asfalto escorregadio

Próximo artigo

F1: Hamilton troca parte do motor para Turquia e cumprirá punição de 10 posições

F1: Hamilton troca parte do motor para Turquia e cumprirá punição de 10 posições
Carregar comentários