Wolff diz que situação contratual de Bottas é desconfortável

compartilhar
comentários
Wolff diz que situação contratual de Bottas é desconfortável
Por:

De acordo com dirigente, prazo curto de duração de acordo facilita clima de pressão sobre finlandês

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Max Verstappen, Red Bull Racing RB13, Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08, in the pit lane
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08
Toto Wolff, Executive Director Mercedes AMG F1
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08
Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10, Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08, lead the field away at the start of the race
Valtteri Bottas, Mercedes-Benz F1 W08
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1

Valtteri Bottas foi recrutado pela Mercedes ao final de 2016 para substituir Nico Rosberg, que ao final da temporada vencedora decidiu se aposentar das pistas. Na ocasião, o finlandês saiu da Williams e assinou acordo de apenas um ano com a atual tricampeã do mundial de construtores.

Falando durante evento da FIA em Genebra, Toto Wolff, chefe da Mercedes, disse que estava satisfeito com o início de Bottas na Mercedes.

No entanto, ele enfatizou que o finlandês sabia que seria improvável que assegure uma prorrogação de contrato, devido ao grande número de pilotos disponíveis, incluindo Sebastian Vettel e Fernando Alonso, que terão o término de seus contratos ao final da atual temporada.

"É claro que é uma situação incômoda para ele e com bastante pressão", disse Wolff. "Quando decidimos fazer a oferta a Valtteri, ele sabia deste detalhe e que o mercado se abriria para 2018 e além."

"É por isso que não nos apressaremos uma decisão, mas continuamos trabalhando com ele e veremos como isso vai acontecer. Mas, geralmente a visão da equipe é que ele faz um bom trabalho."

"Ele está competindo contra um dos melhores pilotos da Fórmula 1. Está em sua quinta temporada e teve uma pole position e ganhou uma corrida em Sochi de maneira muito dominante."

"Mas, em geral, seu desempenho e a forma como ele se integrou com a equipe é muito positiva."

Enquanto Wolff aceita que a mudança de Bottas para Mercedes em um acordo de curto prazo era um risco para o piloto de 27 anos, ele acredita que isso aumentou sua reputação, se provando em um carro superior.

"Ele tomou a decisão de deixar Williams e se juntar à Mercedes em um acordo de um ano", disse ele. "Acho que a percepção dele como piloto prevaleceu."

"Ele ganhou uma corrida, então, acho que já pagou."

Wolff também acrescentou o fato de Bottas ter trazido o dinheiro do patrocínio com ele para a Mercedes neste ano aumentou o seu apelo, mas não foi o fator chave por trás da escolha do time como o substituto de Rosberg.

"O modelo de receita de algumas equipes hoje também é de gerar renda", disse ele. "Mesmo que olhemos para a Red Bull ou a Mercedes, eu preferiria ter um piloto com algum patrocínio."

"Mesmo Valtteri, por exemplo, parte de sua proposta para este ano veio de um patrocinador e, claramente, preferimos ter o dinheiro do que não."

Vettel explica ausência em redes sociais: ‘Não entendo’

Artigo anterior

Vettel explica ausência em redes sociais: ‘Não entendo’

Próximo artigo

Apesar de crise com a McLaren, Hasegawa deve ficar na Honda

Apesar de crise com a McLaren, Hasegawa deve ficar na Honda
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Toto Wolff , Valtteri Bottas
Equipes Mercedes
Autor Alex Kalinauckas