Fórmula E ePrix de Hyderabad

F-E: Com pódio, Porsche assume liderança após etapa da Índia

A Porsche alcançou um forte desempenho no ePrix de Hyderabad: após uma corrida animada com o Porsche 99X Electric, António Félix da Costa conquistou o terceiro lugar - seu primeiro pódio da temporada e o primeiro como piloto da Porsche.

Antonio Felix da Costa, Formula E works driver, Porsche 99X Electric Gen3, Hyderabad E-Prix, Hyderabad, India, 2023, Porsche AG

© 2023 Dr. Ing. h.c. F. Porsche AG

O companheiro de equipe de Da Costa, Pascal Wehrlein, foi o quarto colocado na estreia na Fórmula E na Índia. Com este resultado, ampliou a liderança na classificação de pilotos, com a TAG Heuer Porsche Formula E Team pela primeira vez ao topo da classificação por equipes.

Corrida 4

A estreia da Fórmula E na capital do estado de Telangana, no sul da Índia, foi uma excelente propaganda para corridas totalmente elétricas. No circuito de rua de 2,816 quilômetros às margens do Lago Hussain Sagar, os 22 pilotos presentearam os fãs com batalhas emocionantes por posições e espetaculares manobras de ultrapassagem. Após 33 voltas, ambos Porsche 99X Electric em campo pela TAG Heuer Porsche Formula E Team terminaram entre os quatro primeiros.

Na classificação de pilotos da Fórmula E, Pascal Wehrlein, vencedor das duas corridas em Diriyah, lidera a classificação de pilotos com 80 pontos após quatro das 16 corridas. António Félix da Costa subiu na classificação para o nono lugar com 21 pontos. A TAG Heuer Porsche Formula E Team é a nova líder da classificação por equipas com 101 pontos. Pilotando pela equipe de clientes da Porsche Avalanche Andretti, André Lotterer cruzou a linha de chegada em nono lugar. Seu companheiro de equipe Jake Dennis, que viajou para a Índia em segundo lugar no mundial, encerrou a prova na P16 após uma colisão.

Iniciando a sua 100ª corrida de Fórmula E da P13, António Félix da Costa recuperou posições na primeira volta e na metade da corrida juntou-se ao pelotão da frente. Graças a uma estratégia de corrida inteligente e direção impecável, ele avançou para levar a bandeirada em quarto lugar. No entanto, uma penalidade aplicada a um rival da frente o levou a herdar o terceiro lugar no pódio. Até agora, este é o seu melhor resultado da temporada. Seu companheiro de equipe e líder do campeonato, Pascal Wehrlein, saiu da P12 para terminar em quarto e ampliar sua liderança na classificação de pilotos para 18 pontos.

Comentários sobre ePrix de Hyderabad, Corrida 4

Florian Modlinger, diretor da Factory Motorsport Formula E: “A equipe teve um desempenho muito forte hoje. O António garantiu o seu primeiro pódio pela equipe, o que me deixa muito satisfeito. Após o acidente nos treinos livres, Pascal lutou para chegar ao quarto lugar na corrida e aumentou a liderança no mundial. Isso também se deve à equipe que trabalhou durante a noite para colocar seu carro de volta na pista para a corrida. Terminar em terceiro e quarto lugares depois de uma classificação menos que satisfatória é um grande esforço que me deixa orgulhoso. Quero agradecer a toda equipe. O fato de termos passado para a liderança do campeonato mundial é uma recompensa fantástica.”

António Félix da Costa, piloto oficial da Porsche (#13): “Foi uma típica corrida de Fórmula E – emocionante até ao fim. Comecei bem, mas perdi algumas posições no pelotão. Mantivemos a calma e nosso modo de ataque funcionou perfeitamente. Começar em 13º e terminar em terceiro é um resultado fantástico – especialmente na minha 100ª corrida de Fórmula E. Eu sou apoiado por uma grande equipe. Trabalhamos duro e progredimos de corrida em corrida. Vamos continuar neste caminho.”

Pascal Wehrlein, piloto oficial da Porsche (# 94): “Comecei a corrida na 12ª posição do grid e ganhei pontos pelo quarto lugar – estou muito feliz com isso. Após meu acidente durante os treinos livres, fui internado no final da noite porque minhas costas doíam muito. Ainda estava dolorido hoje, mas fora isso, está tudo bem. Estou contente pelo António. Ele foi capaz de demonstrar o quão bom ele é. O fato de termos perdido uma sessão inteira de treinos como resultado do acidente foi perceptível. Alguns pequenos detalhes no carro não estavam certos. Ainda assim, no geral, foi um ótimo dia.” 

Pascal Wehrlein, Formula E works driver, Porsche 99X Electric Gen3, Hyderabad E-Prix, Hyderabad, India, 2023, Porsche AG

© 2023 Dr. Ing. h.c. F. Porsche AG

Pascal Wehrlein, Formula E works driver, Porsche 99X Electric Gen3, Hyderabad E-Prix, Hyderabad, India, 2023, Porsche AG © 2023 Dr. Ing. h.c. F. Porsche AG

Photo by: Porsche AG

Próximo encontro

A próxima corrida da TAG Heuer Porsche Formula E Team será no dia 25 de fevereiro com o ePrix da Cidade do Cabo – corrida 5. Esta é a primeira corrida de Fórmula E na África do Sul.

 

 

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Fórmula E: Werhlein amplia liderança após Índia; veja posições de brasileiros
Próximo artigo GALERIA: Veja o melhor da Porsche no ePrix da Índia de Fórmula E

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil