Le Mans adota slow zones fixas para edição de 2017

Novo sistema será colocado em prática para evitar que pilotos precisem reduzir velocidade bruscamente em trechos rápidos da pista

Le Mans adota slow zones fixas para edição de 2017
#91 Porsche Team Porsche 911 RSR: Richard Lietz, Frédéric Makowiecki, Patrick Pilet
#91 Porsche Team Porsche 911 RSR: Richard Lietz, Frédéric Makowiecki, Patrick Pilet
#92 Porsche Team Porsche 911 RSR: Michael Christensen, Kevin Estre, Dirk Werner
#92 Porsche Team Porsche 911 RSR: Michael Christensen, Kevin Estre, Dirk Werner
#91 Porsche Team Porsche 911 RSR: Richard Lietz, Frédéric Makowiecki, Patrick Pilet
#8 Toyota Gazoo Racing Toyota TS050 Hybrid: Anthony Davidson, Sébastien Buemi, Kazuki Nakajima
#66 Ford Chip Ganassi Racing Ford GT: Olivier Pla, Stefan Mücke, Billy Johnson
#67 Ford Chip Ganassi Racing Ford GT: Andy Priaulx, Harry Tincknell, Pipo Derani
#7 Toyota Gazoo Racing Toyota TS050 Hybrid: Mike Conway, Kamui Kobayashi, Stéphane Sarrazin
#35 Signatech Alpine A470 Gibson: Pierre Ragues, Andre Negrao, Nelson Panciatici

O sistema de slow zones usados nas 24 Horas de Le Mans foi modificado para a edição de 2017 da corrida.

Agora, haverá nove zonas pré-determinadas ao longo do traçado de 13,629 km, nas quais os carros estarão limitados a 80 km/h em caso de safety car virtual.

Até então, as zonas eram estabelecidas pelos comissários caso a caso, dependendo de onde havia ocorrido o acidente em questão na pista.

Vincent Beaumesnil, diretor esportivo da ACO, organizadora das 24 Horas de Le Mans, disse ao Motorsport.com: “Os pilotos estavam preocupados com a forma antiga que fazíamos isso, porque às vezes eles precisavam reduzir a 80 km/h em áreas muito rápidas da pista.”

“Decidimos que deveríamos criar slow zones fixas, com o ponto de início em algum local de baixa velocidade, onde os carros estão acelerando.”

“A única exceção é aquela que começa no início das curvas Porsche, porque não queremos que uma zona vá desde a Arnage até as chicanes Porsche.”

Baumesnil explicou que o novo sistema ainda não causou nenhuma reclamação e que funcionou conforme o esperado nas simulações durante o teste oficial, no último fim de semana.

“Falamos com equipes e pilotos e eles estão otimistas com as mudanças. Até o momento não houve preocupações.”

Ainda poderá haver mais novidades no conceito de slow zones, de acordo com Beaumesnil, que reiterou que a ACO acredita que a ideia é mais adequada do que o uso regular do safety car.

“Começamos com as slow zones há três anos e estamos melhorando a cada ano. Se houver a possibilidade de escolha entre uma slow zone e um safety car, por exemplo, a decisão é fácil.”

O novo sistema já foi explicado às equipes no início do ano e foi novamente discutido no briefing antes do teste oficial.

compartilhar
comentários
Davidson critica pontuação dupla dada às 24H de Le Mans

Artigo anterior

Davidson critica pontuação dupla dada às 24H de Le Mans

Próximo artigo

Baixe gratuitamente guia ilustrado das 24 Horas de Le Mans

Baixe gratuitamente guia ilustrado das 24 Horas de Le Mans
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Le Mans
Evento 24 Horas de Le Mans
Localização Circuit de la Sarthe
Autor Gary Watkins