Espargaró quer comparar evolução da KTM contra Márquez: "Estamos rápidos, mas o melhor do grid não está aqui"

Piloto da KTM será companheiro de equipe do hexacampeão na Honda na próxima temporada

Espargaró quer comparar evolução da KTM contra Márquez: "Estamos rápidos, mas o melhor do grid não está aqui"

O atual campeão da MotoGP, Marc Márquez, segue em recuperação após seu acidente no GP da Espanha, e pode fazer seu retorno no GP de San Marino. E seu futuro companheiro na Honda, Pol Espargaró, mal pode esperar pelo retorno do espanhol para avaliar se a KTM realmente tem chances de lutar pelo campeonato.

Márquez não completou nenhuma corrida ainda em 2020, abandonando o GP da Espanha devido ao acidente e perdendo as corridas seguintes devido à recuperação, incluindo o GP da Estíria neste fim de semana

Leia também:

Nesse período, a KTM se tornou uma das favoritas ao título de 2020, com Brad Binder vencendo a primeira corrida da montadora em Brno e Espargaró apresentou um ritmo bom para vencer no Red Bull Ring antes da bandeira vermelha.

Espargaró, que já está confirmado na Honda para 2021, admitiu que a KTM deu um passo a frente entre 2019 e 2020 com a RC16, mas ainda não tem certeza se a moto é "tão boa quanto parece", devido ao fato de ainda não ter batido de frente com Márquez.

"Eu não sinto que mudamos muitas coisas para estarmos tão bem assim", disse Espargaró após liderar a sexta da MotoGP na Estíria. "Ainda não consigo acreditar que estamos tão rápidos. Não quero ser negativo. Sou positivo sempre, mas o melhor cara do grid não está aqui".

"Marc não está aqui e eu queria comparar contra o melhor. Ele não está aqui e não sei o que ele conseguiria fazer porque [Takaaki] Nakagami foi bem rápido hoje [na LCR usando uma Honda de 2019] e geralmente Marc é mais rápido que ele. Estamos muito bem, isso é verdade, mas somos tão bons quanto parece?".

"Essa é a minha questão. Precisamos de mais corridas em lugares diferentes, porque em Jerez não estávamos tão bem quanto na República Tcheca e aqui. Então prefiro manter a calma e os pés no chão".

A vitória de Espargaró na semana passada não aconteceu porque seus pneus médios traseiros acabaram na hora da relargada, tendo que colocar os macios, que ele chamou de "fracos". Para evitar uma repetição da última corrida, Espargaró confirmou que usou um médio em ambas as sessões livres.

Sua corrida chegou ao fim após uma colisão com outra KTM, a Tech3 de Miguel Oliveira, que criou uma rixa dentro das equipes da montadora.

VÍDEO: Veja a verdade sobre o início da treta de Nelson Piquet e imprensa

PODCAST: O que resta para Massa no automobilismo após sair se sua equipe na F-E?

 

compartilhar
comentários
MotoGP: Quartararo está perplexo por "sensação péssima" da Yamaha no Red Bull Ring

Artigo anterior

MotoGP: Quartararo está perplexo por "sensação péssima" da Yamaha no Red Bull Ring

Próximo artigo

MotoGP: Pol Espargaró garante pole position para o GP da Estíria, prova 900 da história do Mundial

MotoGP: Pol Espargaró garante pole position para o GP da Estíria, prova 900 da história do Mundial
Carregar comentários