MotoGP: Pol Espargaró garante pole position para o GP da Estíria, prova 900 da história do Mundial

Principal categoria da motovelocidade mundial segue no Red Bull Ring para uma segunda prova na Áustria

MotoGP: Pol Espargaró garante pole position para o GP da Estíria, prova 900 da história do Mundial

Neste final de semana, a MotoGP realiza a prova número 900 de sua história, e foi o GP da Estíria que recebeu a distinção de sediar tal evento. O Mundial segue no Red Bull Ring para uma segunda corrida consecutiva e, neste sábado, foi definido o grid de largada para o GP, que terá Pol Espargaró na pole position.

Ao longo da última semana, as discussões da MotoGP foram voltadas ao acidente entre Franco Morbidelli e Johann Zarco no GP da Áustria, que quase envolveu Maverick Viñales e Valentino Rossi. Todos os pilotos deram suas opiniões sobre o caso e, no final, o francês da Ducati foi punido com uma largada no pitlane.

Leia também:

Zarco, que precisou passar por uma cirurgia na quarta-feira, foi liberado pela equipe médica e conseguiu participar do fim de semana.

Outro piloto que segue fora do grid é Marc Márquez. Assim que o GP da Áustria acabou, a Honda já confirmou que o hexacampeão ficaria de fora da segunda prova no Red Bull Ring. A expectativa é que ele retorne em Misano.

Após duas corridas com performances abaixo do esperado, Fabio Quartararo segue na liderança da MotoGP, com 67 pontos, mas sua vantagem caiu. Com a vitória na Áustria, Andrea Dovizioso pulou para o segundo lugar, a apenas 11 pontos do francês. Maverick Viñales completa o Top 3, a 19 de Quartararo.

No quarto e último treino livre, realizado logo antes da classificação, o tempo mais rápido ficou com Takaaki Nakagami, que marcou 01min24s450. Completando o Top 5, Joan Mír, Pol Espargaró, Alex Rins e o líder Fabio Quartararo. Franco Morbidelli foi o oitavo, Andrea Dovizioso nono, Maverick Viñales o 12º e Valentino Rossi logo atrás em 13º.

Q1

O treino classificatório começou cerca de 20 minutos atrasado, devido a um problema na pista causado antes mesmo do TL4. Mas assim que o cronômetro iniciou a regressiva de 15 minutos, os 12 pilotos que disputavam duas vagas para o Q2 já foram à pista.

Participaram do Q1 Iker Lecuona, Aleix Espargaró, Valentino Rossi, Bradley Smith, Johann Zarco, Tito Rabat, Brad Binder, Danilo Petrucci, Cal Crutchlow, Michele Pirro, Álex Márquez e Stefan Bradl.

Após a primeira rodada de voltas, o tempo a ser batido era 01min24s158, de Danilo Petrucci com a Ducati. Atrás dele, Johann Zarco, Brad Binder, Valentino Rossi e Aleix Espargaró.

Valentino Rossi vinha em boa volta rápida, com tempo suficiente para ser segundo colocado, quando perdeu o controle da moto em meio a curva e caiu, quase encerrando o Q1 mais cedo para todo mundo. Alguns pilotos ainda conseguiram entregar uma volta rápida.

No final, a volta mais rápida do Q1 foi de Johann Zarco, com punho fraturado e tudo. O francês da Ducati marcou 01min23s609. A segunda vaga para o Q2 ficou com Danilo Petrucci, completando uma "limpa" da Ducati. O companheiro de Andrea Dovizioso na equipe oficial da montadora cravou um tempo de 01min23s772.

Com a conclusão do Q1, foram definidas as posições finais do grid, que ficaram, em ordem: Iker Lecuona, Brad Binder, Valentino Rossi, Michele Pirro, Álex Márquez, Cal Crutchlow, Bradley Smith, Aleix Espargaró, Stefan Bradl e Tito Rabat e Johann Zarco, que largará do pitlane devido à punição independente de seu resultado final.

Q2

Mesmo punido, Zarco seguiu para o Q2 junto com Danilo Petrucci. Os dois disputaram a pole position com os dez melhores nos primeiros treinos livres do final de semana: Joan Mír, Fabio Quartararo, Takaaki Nakagami, Andrea Dovizioso, Maverick Viñales, Pol Espargaró, Miguel Oliveira, Franco Morbidelli, Álex Rins e Jack Miller.

No final da primeira rodada de voltas rápidas, Takaaki Nakagami estava na ponta com a LCR Honda, marcando 01min23s602. Completando o Top 5 estavam Espargaró, Quartararo, Viñales e Oliveira.

Os pilotos fizeram a segunda saída com menos de cinco minutos para o fim do treino. No final, a pole position ficou com Pol Espargaró, que marcou um tempo em 01min23s580. Fechando a primeira fila, Takaaki Nakagami e Joan Mir.

Completam o grid de largada Jack Miller, Maverick Viñales, Alex Rins, Miguel Oliveira, Andrea Dovizioso, Fabio Quartararo, Franco Morbidelli e Danilo Petrucci. Johann Zarco terminou o Q2 em terceiro, mas, devido à sua punição, sairá do pitlane, em 22º.

A MotoGP volta à pista no domingo para o GP da Estíria, 5ª das 14 etapas da temporada 2020 e a segunda corrida da categoria no Red Bull Ring. A prova está marcada para 09h.

Cla Piloto Moto Volta Dif
1 Spain Pol Espargaro KTM 1'23.580  
2 Japan Takaaki Nakagami Honda 1'23.602 0.022
3 France Johann Zarco Ducati 1'23.632 0.052
4 Spain Joan Mir Suzuki 1'23.678 0.098
5 Australia Jack Miller Ducati 1'23.700 0.120
6 Spain Maverick Viñales Yamaha 1'23.778 0.198
7 Spain Alex Rins Suzuki 1'23.782 0.202
8 Portugal Miguel Oliveira KTM 1'23.797 0.217
9 Italy Andrea Dovizioso Ducati 1'23.849 0.269
10 France Fabio Quartararo Yamaha 1'23.866 0.286
11 Italy Franco Morbidelli Yamaha 1'24.021 0.441
12 Italy Danilo Petrucci Ducati 1'24.174 0.594

VÍDEO: Veja a verdade sobre o início da treta de Nelson Piquet e imprensa

PODCAST: O que resta para Massa no automobilismo após sair se sua equipe na F-E?

 

compartilhar
comentários
Espargaró quer comparar evolução da KTM contra Márquez: "Estamos rápidos, mas o melhor do grid não está aqui"

Artigo anterior

Espargaró quer comparar evolução da KTM contra Márquez: "Estamos rápidos, mas o melhor do grid não está aqui"

Próximo artigo

Em meio a mistério sobre duplas, Ducati confirma Bagnaia e Zarco para temporada 2021 da MotoGP; entenda

Em meio a mistério sobre duplas, Ducati confirma Bagnaia e Zarco para temporada 2021 da MotoGP; entenda
Carregar comentários