Estreante, Oliveira se vê tendo que usar ‘estilo Márquez’ na KTM

compartilhar
comentários
Estreante, Oliveira se vê tendo que usar ‘estilo Márquez’ na KTM
Por:
23 de abr de 2019 14:03

Piloto da Tech3 diz se ver em vantagem frente a Zarco e Syahrin por não ter outras experiências na MotoGP antes de andar na KTM

Vindo da Moto2, Miguel Oliveira teve um início mais fácil com a KTM na MotoGP do que Johann Zarco e Hafizh Syahrin, que trocaram a Yamaha pela moto austríaca neste ano.

Oliveira acha que não estar habituado a pilotar outra moto de MotoGP é uma vantagem, uma vez que a KTM tem de ser guiada "agressivamente", na linha que Marc Márquez pilota sua Honda.

Leia também:

"Essa é uma das coisas que eu acredito ser uma vantagem, já que não tenho como comparar minha moto com outras motos da MotoGP", disse Oliveira ao MotoGP.com.

"Eu não corri em outra moto, só na KTM. Então para mim é bem simples, para Johann e talvez Pol (Espargaró) menos – mas é o terceiro ano dele com a KTM. Porém, para Johann é ainda mais difícil, porque ele estava acostumado com outra moto.”

"Para mim, é apenas adaptar-se a uma nova situação. Acredito que a maneira de pilotar é ser um pouco mais agressivo por como vemos o Pol frear, especialmente porque não é tão fácil fazer a curva."

"Pol tem sua maneira única de pilotar a moto e também é um pouco diferente da minha. Essa é uma das maneiras de andar, um pouco mais ao estilo Márquez."

Espargaró concordou que virar a RC16 não é fácil, mas acrescentou que isso melhorou significativamente em relação ao ano passado e se tornou "menos físico".

"A aderência é muito melhor do que no ano passado, a moto, mesmo que não esteja virando tanto quanto a queremos, está se tornando muito melhor do que era no ano passado", disse o espanhol.

"O motor está indo mais rápido e suave com todos os componentes eletrônicos funcionando corretamente. A moto é menos física do que no ano passado com certeza, por isso você pode dar o máximo até o final da corrida, você não precisa de voltas para descansar. No geral, o pacote é muito melhor do que no ano passado, mas ainda falta muito.”

"Com certeza a moto não está virando tão rápido quanto as outras, é um pouco mais pesada que as outras.”

"Mas também tem pontos fortes. Nas freadas ela é muito boa, entra rápido nas curvas."

Reportagem adicional por Charles Bradley

Próximo artigo
Dovizioso: Rossi teria “se destruído” com mentalidade antiga

Artigo anterior

Dovizioso: Rossi teria “se destruído” com mentalidade antiga

Próximo artigo

KTM mantém Oliveira para temporada 2020 da MotoGP

KTM mantém Oliveira para temporada 2020 da MotoGP
Carregar comentários
Seja o primeiro a receber as últimas notícias