MotoGP
18 out
-
20 out
Evento encerrado
25 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
15 nov
-
17 nov
Evento encerrado

Márquez diz que está pronto para buscar o pódio no GP do Catar

compartilhar
comentários
Márquez diz que está pronto para buscar o pódio no GP do Catar
Por:
26 de fev de 2019 16:42

Depois de difícil começo nos testes de pré-temporada, espanhol diz que agora está pronto para lutar pela vitória na primeira corrida de 2019 na MotoGP

Atual campeão mundial da MotoGP, o espanhol Marc Márquez não ficou contente com o desempenho de sua Honda no primeiro dia de testes de pré-temporada no Catar. O pentacampeão terminou o sábado apenas na 10ª posição, mais de um segundo atrás do conterrâneo Maverick Viñales, da Yamaha.

Nos dias seguintes, porém, Márquez conseguiu diminuir a diferença em relação ao rival. Ao fim dos testes de domingo, a distância para Viñales ficou na casa de quatro décimos. Na segunda-feira, o intervalo foi parecido, e o piloto da Honda ficou com o terceiro melhor tempo.

Leia também:

Márquez disse, no final dos testes, estar satisfeito por ter avançado “alguns passos”. Agora, o espanhol diz estar pronto para buscar o pódio no GP inaugural da temporada, que também acontece no Catar, no dia 10 de março. O campeão comentou ainda que seu ombro, que passou por cirurgia na intertemporada, não apresentou nenhum problema.

“No primeiro dia, começamos realmente distantes, um segundo mais lentos. No domingo, chegamos mais perto, e, agora, podemos dizer que estamos em um bom nível para brigar pelo pódio”, disse. “Isso é muito importante em um circuito em que normalmente temos dificuldades”.

“Estou especialmente feliz porque, no domingo, fiz [aproximadamente] 50 voltas. Na segunda, estava um preocupado com o ombro, mas foi ok, fiz 53 voltas. Me sinto pronto para o começo da temporada”.

O espanhol, porém, alertou que o cenário observado nos testes de pré-temporada provavelmente não vai se manter quando as corridas começarem.

Ele apontou particularmente a Ducati como uma possível ameaça. Danilo Petrucci e Andrea Dovizioso concluíram a segunda-feira em nono e 15º, respectivamente, já que focaram em dar quilometragem às motos da escuderia italiana. “As duas Ducatis parecem distantes mas estão bem próximas, eles são muito espertos”, ponderou Márquez.

“Na pré-temporada, todo mundo é rápido. Na primeira corrida, todos serão rápidos, porque todos testam. O panorama real chega por volta da Argentina, Austin ou Jerez, onde não treinamos”, analisou. “Uma coisa é ter o dia todo para correr como quer, é mais fácil fazer um bom tempo de volta. Mas em um fim de semana de corrida tudo é mais difícil. Veremos, mas não tem sentido forçar agora”.

Márquez foi um dos muitos que tiveram acidentes na segunda-feira, marcada por frio e vento. Ele caiu na curva 6, mas não houve repercussão no ombro operado. O espanhol brincou: “testei bem o ombro!”.

O pentacampeão comentou o acidente: “eu estava usando o pneu duro na frente, mas a temperatura caiu muito, tinha vento e o pneu não ficou quente o suficiente. Por isso, perdi a dianteira para a temperatura”.

Marc Marquez, Repsol Honda Team

Marc Marquez, Repsol Honda Team

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Próximo artigo
Dovizioso vê todas as motos “fortes” após teste "estranho" no Catar

Artigo anterior

Dovizioso vê todas as motos “fortes” após teste "estranho" no Catar

Próximo artigo

MotoGP estuda adiantar horário de corrida no Catar

MotoGP estuda adiantar horário de corrida no Catar
Carregar comentários