MotoGP Misano September Testing

MotoGP: Após teste de Misano, Quartararo diz que "esperava muito mais" do motor de 2024 da Yamaha

Montadora japonesa contratou o ex-chefe de motores da Ferrari na F1, Luca Marmorini, visando uma melhora para 2024

Fabio Quartararo, Yamaha Factory Racing

Na segunda-feira, a MotoGP realizou o teste de Misano, um ponto importante na preparação da temporada seguinte, quando as montadoras levam à pista os protótipos das motos do próximo ano. E com o foco desta segunda nas montadoras japonesas, Fabio Quartararo admitiu que "esperava muito mais" do motor da moto de 2024 da Yamaha.

A montadora japonesa vem sofrendo com falta de potência em relação aos rivais nos últimos anos, contribuindo para sua queda na ordem de forças da MotoGP. Para 2023, a Yamaha começou a trabalhar com o ex-chefe de motores da Ferrari na F1 Luca Marmorini para melhorar nesta área, com a expectativa de melhoras para 2024.

Leia também:

Andando com o novo motor na segunda-feira em Misano, o campeão de 2021 foi o sexto na classificação geral, mas ficando 5km/h abaixo da Ducati mais rápida do dia. Questionado pelo Motorsport.com sobre suas impressões do motor, Quartararo disse:

"Testei e a impressão foi de que... eu esperava muito mais deste teste, mas temos que ficar positivos, tentando analisar o que aconteceu para o teste de Valência".

Após mais perguntas sobre as características do motor, completou: "Não posso dizer agora. Preciso testar mais, mas, como disse, eu esperava muito mais. A sensação é diferente, mas acho que eu esperava mais potência, e foi um difícil dizer algo positivo sobre esse motor".

No mesmo teste, em 2022, Quartararo estava mais animado sobre o motor de 2023 que usou à época, admitindo que não sentiu o mesmo hoje: "Na verdade não. Em 2022, quando eu testei a moto de 2023, foi a primeira vez que eu senti que o motor estava um pouco melhor. Hoje não senti isso".

Fabio Quartararo, Yamaha Factory Racing

Fabio Quartararo, Yamaha Factory Racing

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

Quartararo disse que o motor da Yamaha precisa de potência em toda a faixa de rotação, mas reforçou que o que foi visto no teste não é tão simples de ser analisado, devido à aderência da pista e como isso impacta a performance da M1.

"Acho que, para ser honesto, precisamos de potência em tudo. Mas o principal para nós é que, quando a pista tem uma aderência grande, nossa moto muda por completo. Eu fiz 01min31s4 por quase 20 voltas com esse pneu, e essa foi minha volta de classificação no fim de semana".

"Claro, os outros foram bem mais rápidos que nós. Mas a diferença [de tempo] que eles têm com aderência baixa e alta é muito menor. Para nós, nosso ritmo melhora quase um segundo [quando há aderência] - sete, oito décimos. Com eles, não é tanto assim".

"Acho que, no ano passado, erramos nessa área. A cada vez que você vai pra pista, a moto está fazendo voltas, há muita borracha. E essa é uma pista que você tem muito giro. Então muito do pneu fica na pista. Se você olhar a curva 3 agora, ela está preta. Então você começa a acelerar e, no fim de semana, precisa controlar porque está escorregando. No teste você pode seguir outra trajetória e, com isso, temos uma performance falsa".

Massa detalha judicialização da F1 2008 ao Motorsport.com

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Motorsport.com debate Ferrari pós-Monza, futuro de Sainz e possibilidade de Palou na F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior MotoGP: Márquez estabelece prazo para definir futuro em meio à decepção com a moto da Honda de 2024
Próximo artigo GP da Índia de MotoGP: Horários e como assistir à estreia da etapa de Buddh

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil