MotoGP GP da França

MotoGP: Briga com Martín e Márquez resume disputa pelo título de 2024, diz Bagnaia

Bicampeão defende que trio, que usam motos Ducati, são os mais completos da atualidade

Francesco Bagnaia, Ducati Team

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

O GP da França deste domingo trouxe uma batalha incrível entre Jorge Martín, Francesco Bagnaia e Marc Márquez pela vitória. E para o atual bicampeão, esse pódio de Le Mans resume os protagonistas na briga pelo título da MotoGP 2024, considerando-os "os mais completos" da atualidade.

Martín acabou levando a melhor nessa batalha, conquistando sua segunda vitória em GPs na temporada e ampliando sua vantagem no campeonato para 38 pontos sobre Bagnaia. O italiano, que liderou a maior parte das 27 voltas, foi rebaixado para terceiro na última volta por Márquez, que agora está em terceiro na classificação, 40 pontos atrás de Martín após cinco rodadas.

Leia também:

O atual bicampeão mundial acredita que ele próprio, Martín e Bagnaia são os melhores do grid em 2024 em termos de consistência e avalia que Le Mans funciona como uma prévia da luta pelo título nesta temporada. 

"Para mim, no momento, nós três somos os pilotos mais completos do campeonato", disse ele. "Outros pilotos são rápidos o suficiente para ter um ótimo desempenho e são capazes de vencer corridas".

"Mas acho que em termos de velocidade e consistência - Jorge um pouco à frente - somos os pilotos mais completos e, sem o acidente de Jorge em Jerez, [os três primeiros do GP da Espanha] foram o mesmo resultado, acho, os mesmos caras lutando [como hoje]".

Jorge Martin, Pramac Racing

Jorge Martin, Pramac Racing

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

"Então, acho que para o campeonato será mais ou menos assim."

Bagnaia fez usou o holeshot partindo do segundo lugar no grid e liderou à frente de Martín nas primeiras 20 voltas antes do espanhol fazer uma manobra na curva 3 na 21ª volta. O piloto da Ducati diz que teve muita dificuldade no setor três - e especialmente na curva 9, onde Márquez o ultrapassou na última volta - para ter uma chance de vencer.

Mas, como não terminou o sprint de sábado devido a um problema com a moto, que ele classificou como "perigoso" na época, Bagnaia reconhece que terminar o grande prêmio era o mais importante para ele.

"O setor três era o meu ponto fraco", explicou. "Ontem foi um bom ponto, mas hoje eu não estava forte na curva nove e estava perdendo muito tempo. Então, eu estava tentando fazer o máximo. O setor um e o setor dois eram meus, mas a diferença que eu estava perdendo no setor três era muito grande".

"É algo a ser melhorado, mas temos tempo e, considerando que ontem não fizemos o sprint, hoje era importante terminar a corrida".

TIRO NO PÉ? MotoGP mexe em motor, aerodinâmica e mais para 2027: FAUSTO analisa | Prévia de Le Mans

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

PÓDIO CAST #9 - Tudo sobre as novas regras da MotoGP para 2027 e a prévia do GP da França

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior MotoGP: Após vitória na França, Martín "não tem nada a provar" para Ducati sobre vaga de 2025
Próximo artigo Martin dispara e Márquez cola em Bagnaia; confira a situação do Mundial de MotoGP após o GP da França

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil