MotoGP
14 ago
Evento encerrado
21 ago
Evento encerrado
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
Canceled
15 out
Próximo evento em
25 dias
R
GP de Aragón
16 out
Próximo evento em
26 dias
R
GP de Teruel
23 out
Próximo evento em
33 dias
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
R
GP da Malásia
29 out
Canceled
R
GP da Europa
06 nov
Próximo evento em
47 dias
R
GP de Valência
13 nov
Próximo evento em
54 dias
R
GP de Portugal
20 nov
Próximo evento em
61 dias

MotoGP: Stoner diz que categoria sente falta de liderança de Márquez

compartilhar
comentários
MotoGP: Stoner diz que categoria sente falta de liderança de Márquez
Por:

Bicampeão mundial de MotoGP acredita que categoria está perdendo seu “próximo nível” sem Márquez

A ausência de Marc Márquez deixou a MotoGP sem o seu "próximo nível", de acordo com Casey Stoner. Márquez ficará pelo menos mais um mês ausente, enquanto se recupera de uma fratura no braço contraída durante o GP da Espanha, depois que uma tentativa inicial de recuperação no GP da Andaluzia o deixou precisando de uma segunda operação.

Sua ausência abriu caminho para alguns novos vencedores, Fabio Quartararo, Brad Binder e Miguel Oliveira, todos somando vitórias inéditas.

Leia também:

No entanto, o início imprevisível da temporada afetada pela pandemia não impressionou o bicampeão aposentado Stoner, que acredita que a categoria está perdendo seu "próximo nível" sem Márquez no grid.

Quando questionado no último episódio do podcast In the Fast Lane se ele acha que a ausência de Márquez diminuiu o valor do campeonato, Stoner disse: "É aqui que posso começar alguma controvérsia, mas concordo plenamente”.

“Sem o Marc lá, muito honestamente, não há líder no momento. E você vê isso pelos resultados, pelas pessoas que estão no topo do pódio”.

“Marc era um líder claro e levou aquele campeonato a outro nível. Quando eu estava lá era eu, Valentino (Rossi), Jorge (Lorenzo) e Dani (Pedrosa) que sempre estiveram na frente. No momento, eles não têm aquele piloto para fazer isso e mostrar o que você deve fazer a cada final de semana, um nível de consistência ao longo da temporada”.

"Como esta temporada é condensada, duas corridas em cada circuito, (os pilotos) sentem que se obtiverem um resultado decente em uma semana, estarão bem na próxima. É um campeonato muito, muito diferente.”

Stoner acrescentou que a queda da Repsol Honda desde o acidente de Márquez, que fez com que o time caísse na classificação das equipes com o estreante Alex Márquez e o piloto de testes Stefan Bradl, mostra o impacto do hexacampeão mundial do primeiro escalão.

"Sinceramente, acho que você pode ganhar com qualquer moto no grid no momento", disse Stoner. "Eles são todos muito semelhantes, apenas têm algumas características diferentes e onde encontram sua velocidade”.

"A grande diferença, novamente, é que não há líder para as pessoas. Se você não é um líder, é um seguidor. E se você é um seguidor, você tem que ver alguém fazendo algo na moto para acreditar que você mesmo pode chegar lá”.

"Não é uma coisa fácil. Eu mesmo passei por isso na Ducati. Quando eu não estava lá, a Ducati realmente teve dificuldades. Não estou necessariamente me chamando de líder, mas nunca olhei para a porta ao lado e pensei que a grama era mais verde. Eu pensei que esta é a moto com a qual tenho que trabalhar, então há uma maneira de encontrar velocidade nela.”

"E é exatamente isso que Marc faz. Ele não se preocupa com o resto. Ele apenas se preocupa com suas próprias coisas, encontrando velocidade com elas, e com isso as pessoas veem o que a moto pode fazer.”

"Sem Marc lá, [a Repsol Honda] parece ter se perdido um pouco ao mostrar o que a moto pode fazer”.

Stoner também questionou se um campeão mundial completo deveria ser coroado este ano, já que todas as corridas do calendário pós-pandemia acontecerão na Europa, e que houve uma série de finais de semana seguidos de corrida.

"Eu acho fantástico que as corridas estejam se repetindo. É ótimo para todos nas equipes serem capazes de pelo menos justificar suas posições, e [para] patrocinadores [e] tudo, manter tudo rolando é o melhor que podemos imaginar agora", disse ele.

"Infelizmente, provavelmente vou ser um pouco, suponho, teimoso em algumas coisas”.

"Acho que o primeiro é chamá-lo de campeonato mundial é um pouco difícil este ano, sabe? Você está correndo duas corridas no mesmo circuito, e se a seleção de circuitos convém a alguém é realmente um grande benefício".

"Não viajar ao redor do mundo, criando um campeonato mundial, é algo de que não sou um grande fã. Mas a corrida em si é fantástica, ao invés de ter esses pilotos sentados o ano todo. Eu acho que é fantástico.”

F1: Saiba quem é o novo chefe da Williams após saída de Claire e veja quem comanda os outros times

Podcast #065 – O que será da F1 no Brasil em 2021, 'sem' Globo, pilotos e corrida?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Oliveira: ausência de Márquez fez pilotos da MotoGP "sentirem que podem vencer provas"

Artigo anterior

Oliveira: ausência de Márquez fez pilotos da MotoGP "sentirem que podem vencer provas"

Próximo artigo

MotoGP: Petronas Yamaha descarta rumores de contração de Dovizioso no lugar de Rossi para 2021

MotoGP: Petronas Yamaha descarta rumores de contração de Dovizioso no lugar de Rossi para 2021
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Casey Stoner , Marc Marquez
Autor Andrew van Leeuwen