MotoGP
R
GP da Áustria
13 ago
Próximo evento em
3 dias
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
Canceled
R
GP de San Marino
10 set
Próximo evento em
31 dias
15 out
Próximo evento em
66 dias
R
GP de Aragón
16 out
Próximo evento em
67 dias
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
R
GP da Malásia
29 out
Canceled
R
GP de Valência
13 nov
Próximo evento em
95 dias

Rossi identifica problema com pneu em Jerez e crava: "Temos muita coisa para mudar"

compartilhar
Rossi identifica problema com pneu em Jerez e crava: "Temos muita coisa para mudar"
Por:
21 de jul de 2020 17:03

Italiano admitiu que foi “incapaz de fazer os pneus funcionarem corretamente” no GP da Espanha

Piloto com nove títulos entre as diferentes modalidades do mundial de motovelocidade, Valentino Rossi admitiu que seu discreto GP da Espanha no último final de semana de MotoGP aconteceu devido a ele ser “incapaz de fazer os pneus funcionarem corretamente” em sua Yamaha.

Rossi se classificou na décima colocação, a quase um segundo de distância do ritmo de Fabio Quartararo, também da Yamaha. Além disso, na corrida, o multicampeão estava 14 segundos atrás do piloto da Petronas na mesma posição, quando teve que desistir por causa de um problema técnico.

Leia também:

O italiano passou o final de semana inteiro com dificuldades na tração traseira, um problema comum para Rossi nos últimos anos, mas que um pneu traseiro mais novo da Michelin e a M1 de 2020 aparentavam ter resolvido.

“Para mim, o problema é que, por alguma razão, não fazemos os pneus funcionarem corretamente”, explicou Rossi. “Tenho muitos problemas e sobre a traseira, todos foram com os (pneus) macios”, completou.

“O problema é que se todos começam com o macio, se você começa com o duro ou médio na traseira, você já está em uma grande desvantagem porque os (pneus) mais duros tem menos aderência”.

“Para ter uma chance, você tem que tentar trabalhar com pneu traseiro macio. E para a dianteira, não quero dizer que foi uma aposta, mas testamos o macio muitas vezes. E a diferença era bem pequena”.

“Então, tentamos, eu e o Maverick encaixamos com os macios. Talvez com o duro podemos ser um pouco mais rápidos. Mas esse não é o grande problema. Meu problema está vindo da traseira”.

“Para a próxima semana, temos muita coisa para mudar. Temos que tentar algo diferente porque muitas vezes acontece que temos esses problemas durante o final de semana e na corrida e, neste momento, não conseguimos consertar”.

Rossi parou nos estágios finais da corrida após receber um “alerta vermelho” em sua Yamaha, o que o forçou a abandonar. A Yamaha, entretanto, ainda não confirmou o problema exato.

“Eu tive um problema com a moto”, acrescentou Rossi. “Ela teve um alerta vermelho e eu parei. Tivemos um problema, um problema técnico”.

“Eu tive o problema saindo para a reta, na saída da última curva”.

“A moto teve um alarme. E quando você tem a luz vermelha, tudo diminui porque isso quer dizer que alguma coisa aconteceu”.

‘Deu ruim’! Bruno Senna relata acidente “tenso” do tio Ayrton com buggy em fazenda da família

PODCAST: Guerra de bastidores na F1 e entrevista exclusiva com Igor Fraga 

 

MotoGP: Crutchlow passa por cirurgia no punho e visa retorno já no final de semana, no GP da Andaluzia

Artigo anterior

MotoGP: Crutchlow passa por cirurgia no punho e visa retorno já no final de semana, no GP da Andaluzia

Próximo artigo

Márquez planeja retorno "impensável" na MotoGP já neste domingo

Márquez planeja retorno "impensável" na MotoGP já neste domingo

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Valentino Rossi Compre Agora
Equipes Movistar Yamaha MotoGP
Autor Lewis Duncan