Rossi tem pior resultado de classificação na MotoGP e justifica: ”Nunca estive forte”

Piloto da Petronas SRT Yamaha ficou em 21º lugar no Catar

Rossi tem pior resultado de classificação na MotoGP e justifica: ”Nunca estive forte”
Carregar reprodutor de áudio

Valentino Rossi disse que nunca esteve forte no sábado do GP de Doha, depois de ficar em 21º lugar, seu pior resultado de classificação na MotoGP.

O piloto da Petronas SRT Yamaha passou pelo Q1 neste sábado em Losail e não conseguiu passar par ao Q2, tendo admitido após a sessão que não era “forte o suficiente” para lutar por um bom resultado.

Leia também:

No final, Rossi conseguiu registrar apenas 1min54s881, cerca de 1s7 mais lento do que a volta do GP do Catar que o colocou em quarto lugar no grid, e 1s7 do estreante Jorge Martin, da Pramac.

Isto significa que Rossi largará em 21º no GP de Doha - o seu pior resultado de classificação na MotoGP.

Justificando o ocorrido, Rossi disse: “Hoje é muito difícil porque nunca fui forte."

“Tentamos melhorar as sensações com a moto, com a traseira, mas sofri muito."

“Estou com falta de aderência na aceleração .... Sofro muito e meu ritmo não está bom."

“Além disso, na classificação com o pneu novo, nunca tive a sensação de ser rápido o suficiente."

“Na semana passada estava bom com os novos pneus e, assim, tentámos fazer algo para melhorar a vida, mas infelizmente não sou rápido o suficiente.

“Vai ser difícil, tenho que começar por trás. Temos que entender e veremos. ”

O desempenho de Rossi contrasta com os de seus companheiros de equipe, com Maverick Viñales completando a primeira fila do grid, Fabio Quartararo terminando em quinto e Franco Morbidelli em 10º com sua Yamaha 'A-spec'.

Admitindo que está “com problemas” com o ritmo de corrida, Rossi simplesmente espera não ficar muito atrás na corrida.

“Para amanhã é difícil porque começo atrás, mas estou com muitos problemas com o ritmo, o ritmo não é rápido o suficiente”, acrescentou.

“Então, eu preciso tentar ficar com o grupo dos caras da frente."

“A semana passada foi uma longa fila, então mais ou menos todo mundo está na fila, não tem uma grande diferença entre o grupo. Então, é tentar ficar com eles e ver", concluiu.

F1: Nova ORDEM de forças? Veja análise DETALHADA sobre como Mercedes pode PERDER briga para Red Bull

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Batalhas entre Hamilton e Verstappen ditarão temporada 2021 da F1?

 

compartilhar
comentários
MotoGP: Confira como ficou o grid de largada para GP de Doha, no Catar
Artigo anterior

MotoGP: Confira como ficou o grid de largada para GP de Doha, no Catar

Próximo artigo

MotoGP: Martin admite que objetivo era estar no Q2 e não na pole

MotoGP: Martin admite que objetivo era estar no Q2 e não na pole
Carregar comentários