MotoGP
28 mar
Evento encerrado
04 abr
Evento encerrado
R
GP da Espanha
29 abr
Próximo evento em
15 dias
R
GP da França
13 mai
Próximo evento em
29 dias
R
GP da Itália
27 mai
Próximo evento em
43 dias
R
GP da Catalunha
03 jun
Próximo evento em
50 dias
R
GP da Alemanha
17 jun
Próximo evento em
64 dias
R
GP da Holanda
24 jun
Próximo evento em
71 dias
R
GP da Finlândia
08 jul
Próximo evento em
85 dias
R
GP da Áustria
12 ago
Próximo evento em
120 dias
R
GP da Grã-Bretanha
26 ago
Próximo evento em
134 dias
R
GP de Aragón
09 set
Próximo evento em
148 dias
R
GP de San Marino
16 set
Próximo evento em
155 dias
R
GP do Japão
30 set
Próximo evento em
169 dias
R
GP da Tailândia
07 out
Próximo evento em
176 dias
R
GP da Austrália
21 out
Próximo evento em
190 dias
28 out
Próximo evento em
197 dias
R
GP de Valência
11 nov
Próximo evento em
211 dias

Rossi tem pior resultado de classificação na MotoGP e justifica: ”Nunca estive forte”

Piloto da Petronas SRT Yamaha ficou em 21º lugar no Catar

Rossi tem pior resultado de classificação na MotoGP e justifica: ”Nunca estive forte”

Valentino Rossi disse que nunca esteve forte no sábado do GP de Doha, depois de ficar em 21º lugar, seu pior resultado de classificação na MotoGP.

O piloto da Petronas SRT Yamaha passou pelo Q1 neste sábado em Losail e não conseguiu passar par ao Q2, tendo admitido após a sessão que não era “forte o suficiente” para lutar por um bom resultado.

Leia também:

No final, Rossi conseguiu registrar apenas 1min54s881, cerca de 1s7 mais lento do que a volta do GP do Catar que o colocou em quarto lugar no grid, e 1s7 do estreante Jorge Martin, da Pramac.

Isto significa que Rossi largará em 21º no GP de Doha - o seu pior resultado de classificação na MotoGP.

Justificando o ocorrido, Rossi disse: “Hoje é muito difícil porque nunca fui forte."

“Tentamos melhorar as sensações com a moto, com a traseira, mas sofri muito."

“Estou com falta de aderência na aceleração .... Sofro muito e meu ritmo não está bom."

“Além disso, na classificação com o pneu novo, nunca tive a sensação de ser rápido o suficiente."

“Na semana passada estava bom com os novos pneus e, assim, tentámos fazer algo para melhorar a vida, mas infelizmente não sou rápido o suficiente.

“Vai ser difícil, tenho que começar por trás. Temos que entender e veremos. ”

O desempenho de Rossi contrasta com os de seus companheiros de equipe, com Maverick Viñales completando a primeira fila do grid, Fabio Quartararo terminando em quinto e Franco Morbidelli em 10º com sua Yamaha 'A-spec'.

Admitindo que está “com problemas” com o ritmo de corrida, Rossi simplesmente espera não ficar muito atrás na corrida.

“Para amanhã é difícil porque começo atrás, mas estou com muitos problemas com o ritmo, o ritmo não é rápido o suficiente”, acrescentou.

“Então, eu preciso tentar ficar com o grupo dos caras da frente."

“A semana passada foi uma longa fila, então mais ou menos todo mundo está na fila, não tem uma grande diferença entre o grupo. Então, é tentar ficar com eles e ver", concluiu.

F1: Nova ORDEM de forças? Veja análise DETALHADA sobre como Mercedes pode PERDER briga para Red Bull

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Batalhas entre Hamilton e Verstappen ditarão temporada 2021 da F1?

 

compartilhar
comentários
MotoGP: Confira como ficou o grid de largada para GP de Doha, no Catar

Artigo anterior

MotoGP: Confira como ficou o grid de largada para GP de Doha, no Catar

Próximo artigo

MotoGP: Martin admite que objetivo era estar no Q2 e não na pole

MotoGP: Martin admite que objetivo era estar no Q2 e não na pole
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Autor Lewis Duncan