Viñales: "impossível se sentir uma estrela" ao lado de Rossi

Maverick Viñales acredita que não pode se tornar o centro das atenções na Yamaha tendo Valentino Rossi como companheiro de equipe

Viñales: "impossível se sentir uma estrela" ao lado de Rossi
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing, Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing
Maverick Viñales, Yamaha Factory Racing

Maverick Viñales vem se destacando desde a transferência para a Yamaha. Em todos os testes realizados até agora, o espanhol terminou como o mais veloz no combinado dos tempos - em Valência, no teste de pós-temporada em novembro do ano passado, além das duas baterias de testes de pré-temporada em Sepang e Phillip Island.

Apesar de já ser considerado um dos candidatos ao título, Viñales não se vê roubando as atenções na Yamaha de alguém com a história e os títulos de Valentino Rossi, companheiro de equipe no time nipônico.

"É impossível se sentir como uma estrela nesta equipe, você não pode se comparar a alguém como Valentino. Ele pode sofrer em um dia, então no outro ele aparece à frente", disse o espanhol

Ao comentar como superou Rossi em Phillip Island, Viñales respondeu: "Sinto-me bastante confiante nesta pista. Se você não se sente bem aqui, é complicado andar rápido. Você precisa confiar bastante na dianteira da moto", afirmou.

"Honestamente, não presto muita atenção ao que acontece do outro lado da garagem. Estou focado no meu trabalho, que é extrair o máximo da minha moto", acrescentou.

Embora Rossi e Marc Márquez tenham dito que Viñales é quem dita o ritmo após os dois testes de pré-temporada, o jovem piloto da Yamaha é mais cauteloso quanto às chances de bons resultados no início da temporada.

"No momento, com a moto que tenho em mãos, todos me veem ali. O que posso dizer é que a moto é realmente boa e a equipe tem muita experiência, eles trabalham duro. Só preciso ser rápido e consistente. Mas nunca se sabe, podemos chegar na primeira prova e eu sofrer", completou.

Reportagem adicional por Oriol Puigdemont e Venancio Luis Nieto

compartilhar
comentários
KTM promete fornecer motos a time privado em 2018
Artigo anterior

KTM promete fornecer motos a time privado em 2018

Próximo artigo

Rossi: "O adversário que mais me deu raiva foi Biaggi"

Rossi: "O adversário que mais me deu raiva foi Biaggi"
Carregar comentários