Grosjean diz que prefere estrear na NASCAR em Sonoma

Francês da equipe Haas continua a dizer que pode correr ainda neste ano em uma das duas pistas mistas da temporada

Grosjean diz que prefere estrear na NASCAR em Sonoma
Dale Earnhardt Jr., Hendrick Motorsports Chevrolet
Romain Grosjean, Haas F1 Team
Kyle Busch, Joe Gibbs Racing Toyota race winner
Romain Grosjean, Haas F1 Team
Kurt Busch, Stewart-Haas Racing Chevrolet
Dale Earnhardt Jr., Hendrick Motorsports Chevrolet
Carregar reprodutor de áudio

O convite a Romain Grosjean para participar de uma corrida da Sprint Cup na NASCAR continua de pé. A equipe Stewart-Haas (irmã da Haas na F1 por meio do chefe Gene Haas) deixou claro que gostaria de dar uma oportunidade ao francês, mas Grosjean admitiu que o extenso calendário da F1 faz com que sua participação se torne difícil.

"Até o momento eu nem falei com a minha esposa", brincou Grosjean nesta quinta-feira na Espanha em referência a seus planos de andar na NASCAR.

"Definitivamente eu quero ir. É algo que discutimos desde o primeiro dia, seria uma grande experiência. Quando vai acontecer? Não sei. Com 21 corridas, temos um cronograma bastante apertado já na F1.”

"Claro que você não quer começar em um oval, não me sentiria muito confortável. Nós vamos encontrar uma corrida que seja possível fazer."

As duas oportunidades em pistas mistas para Grosjean em 2016 na Sprint Cup seriam em Sonoma, no dia 26 de junho, e em Watkins Glen, no dia 7 de agosto.

No entanto, esta última data iria ocorrer durante suas férias de verão quando estivesse com sua família. Aconteceria uma semana depois do GP da Alemanha.

"Esse é o problema. Em Sonoma é melhor, eu acho", acrescentou.

O problema com Sonoma, no entanto, é que a corrida será disputada entre os GPs da Europa, em Baku (Azerbaijão), e da Áustria. Seu tempo de voo também seria muito mais longo, pois ele estaria indo para a costa oeste dos EUA com uma maior diferença no fuso horário.

Grosjean já andou de cockpit fechado pela GT1 em 2010, mas admite que o carro da Stewart-Haas Chevrolet seria muito diferente de guiar.

"É mais pesado e tem mais potência, os freios não parecem ser os melhores freios no mundo. Há muito contato também.”

"Vamos ter algumas coisas a aprender. Mas por que não? Vai ser divertido."

compartilhar
comentários
Haas trabalha para ter Grosjean em prova da NASCAR
Artigo anterior

Haas trabalha para ter Grosjean em prova da NASCAR

Próximo artigo

Chuva cancela classificação e Harvick é pole em Dover

Chuva cancela classificação e Harvick é pole em Dover
Carregar comentários