NASCAR Cup
12 jun
Postponed
19 jun
Postponed
27 jun
Evento encerrado
28 jun
Evento encerrado
12 jul
Evento encerrado
23 jul
Evento encerrado
02 ago
Evento encerrado
R
Michigan II
07 ago
Postponed
08 ago
Evento encerrado
R
Watkins Glen
14 ago
Canceled
R
Daytona II
16 ago
Próximo evento em
6 dias
R
Dover II
21 ago
Postponed
R
Richmond II
10 set
Próximo evento em
31 dias
R
Bristol II
19 set
Próximo evento em
40 dias
R
Las Vegas II
25 set
Próximo evento em
46 dias
R
Talladega II
02 out
Próximo evento em
53 dias
R
Charlotte II
09 out
Próximo evento em
60 dias
R
Kansas II
18 out
Próximo evento em
69 dias
R
Texas II
25 out
Próximo evento em
76 dias
R
Martinsville II
30 out
Próximo evento em
81 dias
R
Phoenix II
06 nov
Próximo evento em
88 dias

Trump exige que Bubba Wallace se desculpe por caso de suposto laço de enforcamento

compartilhar
comentários
Trump exige que Bubba Wallace se desculpe por caso de suposto laço de enforcamento
Por:
6 de jul de 2020 16:16

Presidente dos EUA disse que ao banir bandeira dos confederados, NASCAR teve números de audiência “mais baixos do que nunca”

Na manhã desta segunda-feira, o presidente Donald Trump postou uma série de tweets, um dos quais foi dirigido ao piloto da NASCAR, Bubba Wallace.

Wallace se posicionou nas últimas semanas como o único piloto negro da Cup Series, pedindo a proibição da bandeira dos confederados e utilizando pintura do Black Lives Matter em Martinsville.

Leia também:

No Talladega Superspeedway, a NASCAR tomou medidas imediatas depois que um membro da equipe de Bubba relatou ter encontrado um laço de enforcamento na garagem. Isso veio após protestos fora da pista sobre a decisão do esporte de banir a bandeira confederada. Wallace foi informado do incidente mais tarde pelo presidente da NASCAR, Steve Phelps.

Antes da prova, que foi adiada para segunda-feira devido ao mau tempo, todos os pilotos e a maioria dos membros de equipes empurraram o carro #43 de Wallace para o início do grid e ficaram com ele em solidariedade durante as cerimônias pré-corrida.

O FBI foi trazido, o que mais tarde determinou que o objeto em questão era uma corda utilizada para puxar a porta da garagem, com a forma de um laço, e que estava lá desde outubro de 2019. A NASCAR diz que nenhuma outra corda puxada foi fabricada dessa maneira.

The noose found in the No. 43 garage

The noose found in the No. 43 garage

Photo by: NASCAR Media

Apesar disso, duas semanas depois, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se sentiu obrigado a twittar sobre Wallace, o marcando e sugerindo que o piloto deveria se desculpar.

Ele se referiu ao incidente como "outra farsa" e fez a afirmação infundada de que os números de audiência de TV da NASCAR são as mais baixas que já foram após a decisão do esporte de proibir a bandeira confederada. 

 

“Bubba Wallace pediu desculpas a todos os grandes pilotos e oficiais da NASCAR que vieram em seu auxílio, ficaram ao seu lado e estiveram dispostos a sacrificar tudo por ele, apenas para descobrir que tudo era apenas mais uma outra farsa? A decisão de banir a bandeira (confederada) vem causando as audiências mais baixas da história!"

A NASCAR ainda não respondeu, mas o piloto da Richard Childress Racing e bicampeão da NASCAR Xfinity Series, Tyler Reddick, twittou: "Não precisamos de desculpas. Fizemos o que era certo e faremos muito bem sem o seu apoio".

Em seguida, Reddick apagou o tweet.

Outros pilotos da NASCAR e da Indy, incluindo Jimmie Johnson, Myatt Snider, Brandon Brown, Matt Tifft, Stefan Wilson, Jack Harvey e Zach Veach, expressaram seu apoio a Wallace após o tweet do presidente.

 

NASCAR e Bubba Wallace respondem

A NASCAR divulgou uma declaração, reafirmando posição em apoiar Wallace, mas optando por não mencionar diretamente o presidente Trump: “Estamos orgulhosos de ter Bubba Wallace na família NASCAR e elogiamos sua coragem e liderança. A NASCAR continua ao lado de Bubba, nossos competidores e todos que tornam nosso esporte acolhedor e inclusivo para todos os fãs de corrida."

Além disso, a NASCAR diz que a audiência das 400 Milhas de Indianápolis de domingo aumentou 46% em relação à corrida do ano passado.

Wallace divulgou sua própria declaração na tarde desta segunda-feira em resposta ao tweet do presidente Trump.

“Suas palavras e ações sempre serão mantidas em um padrão mais alto do que outros. Você precisa estar preparado para isso. Você não aprende essas coisas na escola. Você as aprende com os altos e baixos que esse mundo louco te coloca. Você sempre terá pessoas testando você, vendo se elas podem derrubá-lo do seu pedestal. Encorajo você a manter a cabeça erguida e a andar orgulhosamente pelo caminho que você escolheu. Nunca deixe ninguém lhe dizer que você não pode. Deus nos colocou aqui por uma razão: encontre essa razão, se orgulhe disso e trabalhe todos os dias para isso!

Por último, lide sempre com o ódio que está sendo jogado com você com amor! Amor sobre o ódio todos os dias. O amor deve vir naturalmente, pois as pessoas são ensinadas a odiar.

Mesmo quando é o ódio do presidente dos Estados Unidos.

Amor vence.”

Téo José revela papo com Silvio Santos que causou redução da cobertura da Indy

PODCAST: Entrevista com Bruno Senna: a trajetória no automobilismo e histórias com tio Ayrton Senna

 

Harvick segura Kenseth na prorrogação e vence em Indianápolis

Artigo anterior

Harvick segura Kenseth na prorrogação e vence em Indianápolis

Próximo artigo

NASCAR Heat 5 Gold Edition já está disponível para PS4, Xbox One e Steam

NASCAR Heat 5 Gold Edition já está disponível para PS4, Xbox One e Steam
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria NASCAR Cup
Pilotos Darrell Wallace Jr.
Autor Nick DeGroot