Porsche Cup Velocitta - Sprint

Porsche Cup: Vencedor da Challenge, Tomasoni explica confusão no fim da prova

Piloto do carro #5 venceu a segunda corrida em três disputadas no ano

Marcelo Tomasoni

Neste sábado, Marcelo Tomasoni tornou-se o primeiro piloto a vencer duas corridas na temporada 2023 da Porsche Cup, triunfando na primeira prova da etapa do Velocitta. Mas a vida do piloto do carro #5 não foi das mais tranquilas.

Na classificação, que ocorreu na manhã deste sábado, Tomasoni garantiu a segunda posição, atrás apenas da pole Antonella Bassani. Na corrida, ele assumiu a ponta ainda na primeira volta, e parecia a caminho de uma vitória tranquila, até que ele viu sua vantagem desaparecer nas voltas finais, tendo que segurar os avanços de Bassani para vencer pela segunda vez no ano.

Leia também:

Em entrevista ao Motorsport.com, Tomasoni explicou que, por mais que a classificação não tenha corrido como esperado, ele tinha confiança na condição do carro para a corrida, que aconteceu com pista seca.

"Eu tenho com 50kg de lastro e, na classificação, como estava chovendo, acabei usando o redutor de chuva. Então esses 50kg me judiaram muito e acabou mudando a condição do carro".

"Mas eu sabia que eu tinha um carro bom, então eu larguei com a intenção de passar na curva dois ou no saca-rolhas. Aí deu certo. A Antonella largou bem e eu fiquei atrás nela, mas no saca-rolhas eu a surpreendi e depois fui abrindo, controlando com o engenheiro".

Só que o que parecia ser uma vitória tranquila acabou mudando drasticamente na reta final. A poucos minutos do fim, Tomasoni viu sua vantagem de 2s cair para pouco mais de 0s1, passando a ser pressionado por Bassani e os pilotos que vieram na sequência.

Segundo o piloto, a culpa é de um retardatário, que não abriu espaço, forçando-o a ficar atrás por um bom tempo.

"Faltando três voltas, eu peguei um retardatário, que eu nem sei quem é, do saca-rolhas até a entrada da reta, porque ele não abriu. Isso me fez perder os 2s de diferença".

"Ela colou e o pelotão inteiro também. O pneu estava ok, não tinha abusado, então consegui abrir de novo. Mas foi um final de prova que não precisava, uma emoção que não é boa".

Com o sorteio, seis posições serão invertidas para o domingo, jogando Tomasoni para a sexta posição. Mesmo com o campeonato ainda no começo, ele já começa a pensar na disputa como um todo.

"Em Interlagos eu sofri um toque na largada e caí pra 20º, mas consegui fazer uma recuperação. Aqui é uma pista mais difícil. Mas essa foi minha segunda vitória no ano já. Então não preciso também arriscar muito. Mas, se derem chance, vou tentar alguma coisa".

Galvão Bueno tem projeto para voltar a narrar F1; saiba mais no vídeo:

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Porsche Cup: Müller fala sobre "sobrevivência" para vencer no Velocitta
Próximo artigo Zanon capitaliza pole, vence pela Sport e sobe ao pódio geral da Porsche na Sprint Challenge

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil