Stock Car Brasil
R
Goiânia - Corrida de Duplas
27 mar
-
29 mar
Próximo evento em
27 dias
10 abr
-
12 abr
Próximo evento em
41 dias
15 mai
-
17 mai
Próximo evento em
76 dias
R
Campo Grande
05 jun
-
07 jun
Próximo evento em
97 dias
R
Velo Città
26 jun
-
28 jun
Próximo evento em
118 dias
R
Santa Cruz do Sul
17 jul
-
19 jul
Próximo evento em
139 dias
R
Interlagos - Corrida do Milhão
21 ago
-
23 ago
Próximo evento em
174 dias
R
Londrina II
11 set
-
13 set
Próximo evento em
195 dias
16 out
-
18 out
Próximo evento em
230 dias
R
06 nov
-
08 nov
Próximo evento em
251 dias
R
Goiânia II
20 nov
-
22 nov
Próximo evento em
265 dias
R
Interlagos II
11 dez
-
13 dez
Próximo evento em
286 dias

Fraga dispara contra Di Grassi após toque na última volta: ”Ridículo”

compartilhar
comentários
Fraga dispara contra Di Grassi após toque na última volta: ”Ridículo”
10 de dez de 2018 11:43

Vice-campeão de 2018 comentou sobre incidente na última volta da decisão do título em Interlagos. Di Grassi rebateu

O final de prova da decisão da Stock Car em São Paulo foi marcada pela proximidade entre os dois protagonistas, Daniel Serra e Felipe Fraga. A certa altura, os dois não tinham nenhum carro entre eles, mas Lucas di Grassi acabou tendo problemas com a falta de combustível.

O piloto da Hero Motorsport foi perdendo rendimento e posições, gradativamente, mas foi tirado por Fraga, indo parar fora da pista.

Ao término da prova, Fraga culpou Di Grassi pelo incidente, classificando a atitude do piloto do carro #11 de “suja”, pelo fato da ligação entre ele e o novo bicampeão da Stock Car.

“Ele ficou sem combustível, parece. Não achei justo o que ele fez, foi bem sujo da parte dele. Quando o Daniel passou, que é da mesma equipe, ele abriu espaço. Quando eu vim, ele foi para o meio da pista.”

E admitiu que jogou Di Grassi para fora da pista: “Mas eu coloquei ele onde deveria, foi parar no muro, e passei ele. Foi ridículo, porque um cara que é campeão mundial de Fórmula E não precisa disso. Atitude feia que eu não me orgulharia, mas a gente chegou na frente dele e não mudou nada.”

Do outro lado, Di Grassi explicou o que houve em seu carro e não viu motivos em favorecer Serra, já que o campeonato estava definido.

“Acabou o combustível na reta oposta e eu estava tentando trazer o carro para o final e como eu estou na frente, a preferência do traçado é minha. Eu não tenho que deixar ninguém passar, o carro estava falhando, o Serra passou e chegou a vez do Fraga, na hora de passar ele me bateu, o carro rodou e apagou.”

“Ele ia perder o campeonato de qualquer jeito. Eu nem sabia que era o Serra, achei que era o Ricardinho Maurício. Fui descobrir que eu havia ultrapassado o Serra só depois.”

“Se eu quisesse ajudar o Serra, eu não teria passado por ele. Eu passei o Serra, estava tranquilo na frente, o Serra não precisava da minha ajuda, ele ia ganhar de qualquer jeito, a não ser que o Fraga tirasse ele.“

“Foi uma das minhas melhores corridas. Larguei em 17º e ia terminar em quarto, em uma corrida de 25 voltas. Passei o Daniel, que largou em terceiro, Fraga, Marquinhos. Isso mostra quão forte estávamos aqui, pena que o carro quebra tanto. Das 10 corridas que participei, sete a gente teve problema e três eu ganhei”, completou.

Lucas di Grassi em Interlagos

Lucas di Grassi em Interlagos

Photo by: Duda Bairros

Próximo artigo
Chico Serra exalta bi de Daniel e quer mais: “torço para passar meus números”

Artigo anterior

Chico Serra exalta bi de Daniel e quer mais: “torço para passar meus números”

Próximo artigo

Campeão, Serra rasga elogios a Meinha: “ele é um gênio, o mais talentoso”

Campeão, Serra rasga elogios a Meinha: “ele é um gênio, o mais talentoso”
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Stock Car Brasil