Sergio Jimenez relata emboscada e agressão de manifestantes no interior de SP

Piloto da Stock Car, que também administra negócios com combustíveis, foi agredido fisicamente e teve caminhão destruído

Vidro do caminhão de Sergio Jimenez

As manifestações que seguem nas principais estradas brasileiras continuam trazendo consequências também para o mundo do automobilismo. Após a necessidade de escolta dos materiais das equipes de Fórmula 1 que chegaram a São Paulo e a possibilidade de atrasos na programação do fim de semana da GT Sprint Race, F4 Brasileira e Copa Truck em Goiânia.

Leia também:

Nesta tarde o piloto da Stock Car, Sergio Jimenez relatou graves acontecimentos na região de Piedade, interior do estado de São Paulo. Piloto, que também é empresário do ramo de combustíveis, falou que foi agredido por manifestantes, sendo que também teve seu caminhão atingido por pedras.

 

“Venho aqui relatar uma coisa muito chata que está acontecendo no nosso país hoje, eu vivi isso e presenciei na pele. Como a maioria sabe, eu trabalho com combustíveis, temos caminhões de entrega, postos de gasolina. Hoje um dos caminhões ficou preso na entrada da cidade, e fui retirar esse caminhão da manifestação.

“Acho que manifestar, todos podem, isso está na Constituição, o que não pode é deixar de trabalhar, impedir o outro de trabalhar. Quando eu saí com o caminhão, atiraram uma pedra no vidro mirando em mim, atiraram outra ao meu lado, depois continuei no caminhão, foram com um carro e me perseguiram, tiraram o pé para que eu parasse, continuei acelerando, acabei acertando a traseira do carro, depois aceleraram mais e sumiram da minha frente. De repente, tinham os três parados na rodovia e tacaram três pedras gigantes no meu vidro, graças a Deus não aconteceu nada.

“Cheguei à delegacia, desci do caminhão, antes de eu descer chutaram a porta do caminhão, desci e fui agredido."

Ao Motorsport.com, Jimenez revelou que tomou socos, pontapés até adentrar a delegacia. Dois dos agressores queriam que o piloto pagasse pelo conserto da batida do caminhão com o carro, um modelo Golf.

Após a entrar no prédio, os agressores ainda continuaram ameaçando o piloto, mas acabaram fugindo, após o registro do Boletim de Ocorrência. Na próxima sexta-feira Jimenez fará o exame de corpo de delito. 

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate: quem poderá parar a Red Bull e Verstappen na Fórmula 1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior FIA Motorsport Games: Sexto na GT, Bruno Baptista obtém 2º melhor resultado do Brasil
Próximo artigo Stock Car: Cacá Bueno correrá pela KTF Sports em 2023

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil