Kobayashi: “a Fórmula 1 subestima o Mundial de Endurance"

Ex-piloto da Sauber, Caterham e Toyota, Kamui Kobayashi critica desdém da F1 e da mídia ao WEC e quer levar Alonso para correr no Japão

Kobayashi: “a Fórmula 1 subestima o Mundial de Endurance"
Kamui Kobayashi, Caterham CT05 e Esteban Gutierrez, Sauber C33
#6 Toyota Racing Toyota TS050 Hybrid: Stéphane Sarrazin, Mike Conway, Kamui Kobayashi
#6 Toyota Racing Toyota TS050 Hybrid: Stéphane Sarrazin, Mike Conway, Kamui Kobayashi
#6 Toyota Racing Toyota TS050 Hybrid: Stéphane Sarrazin, Mike Conway, Kamui Kobayashi
#6 Toyota Racing Toyota TS050 Hybrid: Stéphane Sarrazin, Mike Conway, Kamui Kobayashi
Kamui Kobayashi, Toyota Racing
Carregar reprodutor de áudio

Para o piloto japonês Kamui Kobayashi, ex-Sauber, Caterham e Toyota, a Fórmula 1 subestima a força do Mundial de Endurance. Kobayashi, que atualmente corre na LMP1 - divisão principal do campeonato - com a Toyota, diz que o equipamento e o esforço necessários para triunfar no WEC são muitas vezes superiores aos da F1.

“Acho que o pessoal da F1 subestima o WEC, mas o nível de esforço no desenvolvimento dos carros é realmente alto, e em muitos casos o orçamento é maior  do que em algumas equipes da F1”, disse o japonês ao Motorsport.com.

“A mídia foca demais na Fórmula 1, esse é o problema. Talvez seja pelo fato de ter muito dinheiro, claro. Ou então pelas garotas bonitas, sei lá. Já os pilotos, na verdade, têm uma mente aberta”, disse ele, rebatendo que o motivo seria a obsessão dos pilotos por um posto na categoria.

“Pergunte ao Fernando (Alonso) o que ele está procurando após a carreira na F1? Acho que ele já mencionou algumas vezes o interesse em uma categoria completamente diferente”, afirmou Kobayashi, referindo-se ao fato de o espanhol já ter falado sobre o desejo de ganhar em Le Mans e nas 500 Milhas de Indianápolis.

“Por que Nico (Hülkenberg, que venceu Le Mans com a Porsche ano passado) juntou-se à LMP1 simultaneamente à F1? Por quê? Por causa da paixão por corridas e para participar de grandes provas”.

Kobayashi revelou, por fim, que deseja convidar Fernando Alonso para experimentar a Super Fórmula no Japão, na qual ele também corre.

“É demais, a competitividade é realmente alta. Fernando ficaria surpreso como é forte a disputa", completou.

compartilhar
comentários
Coluna do Nelsinho: Decepção na F3 e expectativa por Le Mans
Artigo anterior

Coluna do Nelsinho: Decepção na F3 e expectativa por Le Mans

Próximo artigo

Sistema de tokens e classe de 10MJ entram na LMP1 em 2018

Sistema de tokens e classe de 10MJ entram na LMP1 em 2018