Fórmula 1
23 out
Próximo evento em
10 Horas
:
55 Minutos
:
45 Segundos
IndyCar
12 set
Evento encerrado
NASCAR Cup
18 out
Evento encerrado
R
Texas II
25 out
Próximo evento em
2 dias
Stock Car Brasil
03 out
Evento encerrado
R
06 nov
Próximo evento em
14 dias
MotoGP
16 out
Evento encerrado
R
GP da Austrália
23 out
Canceled

Webber diz que medo de acidentes interferiu em aposentadoria

compartilhar
comentários
Webber diz que medo de acidentes interferiu em aposentadoria
Por:

Australiano afirmou que o medo de estar envolvido em outro grande acidente, como o sofrido em Interlagos em 2014, desempenhou papel importante na decisão de se retirar das corridas no final de 2016

#1 Porsche Team Porsche 919 Hybrid: Mark Webber
#1 Porsche Team Porsche 919 Hybrid: Mark Webber
#1 Porsche Team Porsche 919 Hybrid: Timo Bernhard, Mark Webber, Brendon Hartley
#1 Porsche Team Porsche 919 Hybrid: Mark Webber, Brendon Hartley
#1 Porsche Team Porsche 919 Hybrid: Timo Bernhard, Mark Webber, Brendon Hartley
#1 Porsche Team Porsche 919 Hybrid: Timo Bernhard, Mark Webber, Brendon Hartley
Podium: race winners Timo Bernhard, Mark Webber, Brendon Hartley, Fritz Enzinger, Vice President LMP1, Porsche Team
Race winners #1 Porsche Team Porsche 919 Hybrid: Timo Bernhard, Mark Webber, Brendon Hartley
Podium: race winner Mark Webber, Porsche Team

Mark Webber anunciou aposentadoria do automobilismo no final de semana das 6 Horas de Fuji, no mês passado, após três anos no Mundial de Endurance.

Explicando a decisão com mais profundidade, Webber repassou as más lembranças de seu violento acidente em Interlagos há dois anos, quando se envolveu em um choque com a Ferrari de Matteo Cressoni na reta dos boxes. O australiano sofreu uma concussão, alguns hematomas e foi hospitalizado.

Ver também o companheiro de equipe Brendon Hartley ter um acidente impressionante nas 6 Horas de Silverstone, prova de abertura da atual temporada na temporada deste ano - mesmo com o neozelandês escapando sem lesões - contribuiu para a decisão de Webber em pendurar o capacete no final de 2016.

"O acidente no Brasil foi horrível para Ann, minha esposa. Foi um momento muito difícil para ela", lembrou o australiano.

"Tive muita sorte no Brasil, foi um impacto muito forte e foi o tempo mais longo que eu já tinha levado para me recuperar de um acidente."

"E então você vê Brendon em Silverstone ... isso é parte do esporte. Isso sempre estará lá."

"E algumas vezes eu estou no carro e digo 'afinal, por que estou aqui?' E quando você se faz essa pergunta, é hora de parar.

"Ultimamente nos fins de semana de corrida, penso que gostaria de estar em outro lugar. Isso não é bom."

"Le Mans e eu não nos amamos"

Apesar de não se importar de nunca ter vencido as 24 Horas de Le Mans, Webber admitiu que sua experiência de 1999, quando sofreu dois grandes acidentes ao volante da Mercedes CLR - marcou o relacionamento com o evento em La Sarthe.

"A corrida de 1999 foi um dos pontos mais difíceis de superar em toda a minha carreira. Eu simplesmente não gostei daquela experiência de duas semanas, para ser honesto."

"Todo ano, indo lá 10 dias antes da corrida começar, você pensa: 'Deus, vamos começar logo. Talvez Le Mans e eu não nos amemos."

"Le Mans este ano foi excepcional para mim em termos de desempenho, fiz tudo o que pude. Eu era praticamente o piloto mais rápido da Porsche."

"Você pode fazer essa prova por mais cinco anos, ter uma falha técnica, seu companheiro bater, é da corrida."

"Mas estou confortável com o que fiz com a Porsche e parte de mim ganhou em Le Mans, porque ajudei a desenvolver o carro que venceu em 2015 e 2016."

Di Grassi acredita na evolução da Audi na F-E e descarta DTM

Artigo anterior

Di Grassi acredita na evolução da Audi na F-E e descarta DTM

Próximo artigo

Webber é pole em Xangai; di Grassi larga em 3°

Webber é pole em Xangai; di Grassi larga em 3°
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria WEC
Pilotos Mark Webber
Equipes Porsche Team
Autor Jamie Klein