Pilota Mia Rusthen segue em coma após acidente na etapa de estreia do Mundial Feminino de Motociclismo

Felizmente, segundo o último boletim médico, norueguesa está oficialmente fora de risco, e família já planeja seu transporte para casa

Mia Rusthen

O mundo do motociclismo acompanhou com grande atenção a novidade do último fim de semana, com o circuito de Misano recebendo a etapa de estreia do Campeonato Mundial Feminino de Motociclismo, como categoria de apoio do Mundial de Superbike. Porém, a festa foi substituída por preocupação, após um forte acidente envolvendo a norueguesa Mia Rusthen, que segue em coma.

Rusthen caiu na curva 16 da pista, de alta velocidade, e acabou perdendo a consciência, o que levou a uma paralisação da prova. Após os médicos estabilizarem sua condição, ela foi transferida para o Centro de Traumatologia Bufalini, na cidade italiana de Cesena, onde foi colocada em coma induzido, precisando passar por uma cirurgia de emergência para reduzir a pressão intracraniana.

Leia também:

Os médicos e a família de Rusthen seguem divulgando informações atualizadas sobre seu quadro, com o último boletim sendo particularmente bom. Apesar de seguir em coma, os médicos determinaram que sua vida não corre mais perigo, e que logo ela poderá ser transportada de volta para a Noruega para dar continuidade ao seu tratamento.

"Mia foi submetida a uma cirurgia para aliviar a pressão em sua cabeça e eliminar uma hemorragia", explicou a família. "O médico está muito positivo e feliz com o resultado. A pressão em seu cérebro e seus sinais vitais estão estáveis".

Então, no final da segunda-feira, os membros da família divulgaram outra declaração sobre a jovem de 22 anos em sua página do Facebook, onde foram além, confirmando essa notícia ainda melhor.

"Mia tem seus entes queridos ao seu redor. Isso dá força a ela e a nós, como família. Ela ainda está em coma, mas os médicos informam que, felizmente, sua vida não corre mais perigo. Ela está estável e com bons sinais vitais".

"Agora, estamos trabalhando em um plano para transferi-la para um hospital na Noruega assim que ela estiver estável o suficiente para o transporte aéreo. Ainda é muito cedo para dizer algo concreto [em termos de datas]. Mas esperamos que seu condicionamento físico e sua tenacidade a ajudem a se recuperar", disse a família, que gostaria de agradecer à comunidade global de automobilismo pelo apoio nos últimos dias.

Mia Rusthen começou sua carreira de piloto em 2016 e completou sua primeira temporada nas competições juniores norueguesas em 2017. Em 2018, ela foi convidada a participar do processo de seleção da Red Bull Rookies Cup, mas não fez o corte final e não foi escolhida. Em 2021, ela deu o passo para o cenário internacional e competiu na classe Supersport 300 do IDM (campeonato nacional alemão), com o apoio da Yamaha. Em 2022, ela marcou seus primeiros pontos no campeonato e, em 2023, correu no Campeonato Europeu Feminino, terminando em décimo lugar.

Granado revela BASTIDOR do CAOS pós MÁRQUEZ na Ducati /MARTÍN na Aprilia: Eric diz TUDO de '24/MotoE

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Ouça o Pódio Cast #15, com Eric Granado falando sobre Márquez e MotoE

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Ex-astro da MotoGP, Dovizioso passa por cirurgia e vê “longo caminho” para recuperação

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil