Binotto admite que problemas da Ferrari em Spa não estão relacionados apenas ao motor

compartilhar
comentários
Binotto admite que problemas da Ferrari em Spa não estão relacionados apenas ao motor
Por:

Chefe da equipe acredita que ambos os carros não conseguem ter a melhor aderência dos pneus na Bélgica

O chefe da Ferrari, Mattia Binotto, disse que os problemas de sua equipe para o GP da Bélgica não se resumem apenas à falta de velocidade em reta.

A equipe italiana teve uma sexta-feira e início de sábado extremamente difíceis em Spa-Francorchamps, com Sebastian Vettel amargando a última posição no TL3.

Leia também:

Enquanto a equipe esperava um momento difícil porque as longas retas de Spa foram definidas para expor seu déficit de potência, Binotto revelou que o principal fator que o prejudicou até agora foi a incapacidade de colocar seus pneus na janela de operação correta.

“Nós tivemos dificuldades para fazer os pneus funcionarem”, disse Binotto. “Falta aderência, tanto na frenagem como na aceleração. Não há desempenho geral no carro. Então, certamente os pilotos estão reclamando de aderência, aderência geral.”

“Acho que esse não é o potencial do nosso carro, e certamente não é a posição normal do nosso carro, se você comparar onde estamos no grid e a competitividade relativa com os outros.”

Ele acrescentou: “Acho que é a mesma situação em ambos os carros, então não é nada relacionado ao piloto. É realmente a maneira como configuramos o carro para encontrar a janela certa para os pneus.”

A Ferrari experimentou variar os níveis de downforce em seu carro durante a sexta-feira, para avaliar melhor se uma solução de alto arrasto ou baixo arrasto era mais competitiva.

Binotto disse que os problemas com os pneus dificultam qualquer conclusão sobre qual o melhor caminho a seguir, já que corre o risco de ser lento nas retas e nas curvas.

“Se você não encontrar as janelas certas nos pneus, não os está fazendo funcionar”, disse ele. “Certamente, se você não tem aderência, não é rápido no setor dois e, como consequência, é lento em todos os três setores.”

“Então, sim, há muito a fazer e tente resolver isso pelo resto do fim de semana.”

SEXTA-LIVRE: Surpreendente Verstappen, vergonhosa Ferrari e notícias sobre a saída da F1 da Globo

PODCAST: Na guerra de bastidores dos circuitos, qual é o calendário dos sonhos da F1?

 

Hamilton recoloca Mercedes na frente na Bélgica; Vettel é último

Artigo anterior

Hamilton recoloca Mercedes na frente na Bélgica; Vettel é último

Próximo artigo

Q4: Tudo sobre o fiasco da Ferrari e os destaques da classificação do GP da Bélgica de F1

Q4: Tudo sobre o fiasco da Ferrari e os destaques da classificação do GP da Bélgica de F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Equipes Scuderia Ferrari
Autor Jonathan Noble