Fórmula 1
07 ago
Corrida em
06 Horas
:
21 Minutos
:
14 Segundos
04 set
Próximo evento em
25 dias
R
GP da Toscana
11 set
Próximo evento em
32 dias
R
GP de Singapura
17 set
Canceled
R
GP da Rússia
25 set
Próximo evento em
46 dias
R
GP do Japão
08 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
Canceled
R
GP do México
30 out
Canceled
R
GP do Brasil
13 nov
Canceled
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
Próximo evento em
109 dias

Buscando sair do fundo do grid, Williams terá pacote "poderoso" de atualização para Silverstone; entenda novidades

compartilhar
comentários
Buscando sair do fundo do grid, Williams terá pacote "poderoso" de atualização para Silverstone; entenda novidades
Por:
Co-autor: Matt Somerfield
21 de jul de 2020 14:17

Ambos os pilotos terão as novidades para o GP, mas equipe ainda não sabe determinar o tamanho da melhora

Desde o início da temporada da Fórmula 1, a Williams tem alternado atualizações entre seus pilotos, George Russell e Nicholas Latifi, mas após uma ótima performance do britânico na classificação do GP da Hungria, ambos receberão novidades no GP da Grã-Bretanha, um pacote que tem sido chamado de "poderoso" pela equipe.

Na Hungria, Russell tirou o máximo das atualizações de seu carro e mostrou seu potencial, terminando a classificação em 12º, a frente da Red Bull de Alex Albon.

Leia também:

Enquanto a equipe ainda busca entender porque o ritmo de corrida não é tão bom quanto o de classificação, o baixo consumo de combustível tem encorajado a Williams. O chefe de performance da Williams, Dave Robson, reconheceu que as partes, usadas por Russell na Áustria e na Hungria, foram chaves na sua performance no último GP.

"É bem poderoso, então Nicholas realmente teria uma performance mais difícil em comparação com George", disse. "É por isso que ele sentiu que tinha que dar o seu melhor na volta do Q2, mas não acabou dando tão certo".

A Williams não conseguiu definir exatamente o quanto as atualizações devem mexer no carro, mas sabe que é bom o suficiente para decidir colocar em ambos os carros já no GP da Grã-Bretanha.

Perguntado sobre a diferença de tempo, Robson disse: "Eles vinham alternando. Tínhamos uma classificação com pista molhada na Áustria, então é difícil de dizer, mas acho que após ambos terem experimentado, eles estão convencidos que é uma melhora".

"Então ambos receberão isso para a próxima etapa em Silverstone. Mas não consigo dizer exatamente o nível da melhora".

O novo pacote de atualização da Williams

As novidades são tanto de partes mecânicas quanto de aerodinâmica

Nicholas Latifi, Williams FW43, leads Alex Albon, Red Bull Racing RB16
George Russell, Williams FW43

Em termos de desenvolvimento aerodinâmico, no GP da Áustria, Latifi e Russell usaram diferentes configurações na asa traseira. Latifi usou a opção de alto downforce, enquanto Russell favoreceu a asa traseira mais baixa

Para o GP da Estíria, ambos os pilotos foram equipados com a asa em forma de colher e um novo design em forma de T, que apresentava placas finais mais longas. Na Hungria, os dois pilotos tinham a asa traseira mais baixa e a nova asa T no carro.

George Russell, Williams FW43 downwash fin & T-Wing detail

George Russell, Williams FW43 downwash fin & T-Wing detail

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

Para o GP da Estíria, a equipe equipou o carro de Russell com uma nova placa de mergulho, mas, estranhamente, apenas em um lado do carro. Um segundo foi adicionado no outro lado do chassi para os dois carros competirem na Hungria.

O mais interessante é que a equipe tem usado uma nova suspensão na vertical ao longo das três primeiras corridas, que tem se alternado nos dois carros.

Como visto na comparação acima, o design da vertical não apresenta apenas uma nova carenagem mais fina, o que traz alguns benefícios aerodinâmicos, mas também parece ter alterado a geometria da suspensão dianteira.

Isso não só ajudará nas características de manuseio do carro, mas também terá um impacto no comportamento do pneu, tanto da perspectiva do desempenho, quanto da durabilidade. Também é digno de nota, como mostrado nesta comparação, as diferentes configurações de retalho da asa dianteira que a equipe tem à disposição (seta vermelha).

As pontas do retalho médio foram alteradas para que os vórtices derramados funcionem de maneira diferente, como o vórtice Y250 derramado a partir da junção do plano principal na parte de baixo.

RETA FINAL: Hamilton merece as críticas que recebe? Eric Granado comenta volta de MotoGP e MotoE

PODCAST: Guerra de bastidores na F1 e entrevista com Igor Fraga

 

Galvão 70: Pilotos e comentaristas da Globo relembram narrações marcantes

Artigo anterior

Galvão 70: Pilotos e comentaristas da Globo relembram narrações marcantes

Próximo artigo

F1: Bruno Senna relembra acidente de Ayrton em buggy na fazenda da família

F1: Bruno Senna relembra acidente de Ayrton em buggy na fazenda da família
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Williams
Autor Jonathan Noble