F1: Alonso põe em xeque motivação de Hamilton na Ferrari; entenda

"Foi surpresa, não vou mentir. Mas não por causa da mudança. Foi só porque, de fora, parecia que ele estava muito ligado à Mercedes e era muito leal a eles"

Sir Lewis Hamilton, da Mercedes-AMG, 2º colocado, e Fernando Alonso, da Aston Martin F1 Team, 3º colocado, se cumprimentam no pódio

Sir Lewis Hamilton, da Mercedes-AMG, 2º colocado, e Fernando Alonso, da Aston Martin F1 Team, 3º colocado, se cumprimentam no pódio

Glenn Dunbar

Vencedor das temporadas 2005 e 2006 com a Renault e vice-campeão da Fórmula 1 com a Ferrari em 2010 e 2012, o espanhol Fernando Alonso, atualmente piloto da Aston Martin, questionou a motivação do rival britânico Lewis Hamilton, heptacampeão da categoria, para correr na Scuderia.

O editor recomenda:

Após o campeonato de 2024, o inglês colocará fim a um ciclo de 12 temporadas com a Mercedes para se transferir ao time de Maranello, num movimento que chocou o mercado de pilotos da elite global do esporte a motor. Mas Alonso não se mostrou convencido com a 'justificativa' de Lewis.

"Foi uma surpresa, não vou mentir. Mas não por causa da mudança em si. Foi apenas porque, de fora, parecia que ele estava muito ligado à Mercedes e era muito leal a eles, coisas assim. Foi um pouco inesperado", começou a analisar Alonso, que correu na Ferrari de 2010 até o fim de 2014.

Fernando Alonso, Aston Martin AMR23, Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Fernando Alonso, Aston Martin AMR23, Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Foto de: Andy Hone / Motorsport Images

Na época da confirmação da notícia de que iria para a equipe italiana, Lewis fez a seguinte observação em suas redes sociais: Agora tenho a chance de realizar outro sonho de infância. Pilotar com o vermelho da Ferrari".

Mas Alonso colocou em dúvida esse motivo específico para a mudança, dizendo que Hamilton tinha outro discurso há apenas alguns meses. "Não era o sonho de infância [dele] há 12 meses, não? Ou dois meses atrás, eu acho... Era um sonho diferente", alfinetou Fernando.

"Espero que ele aproveite a experiência. Acho que é uma equipe muito especial. Mas é mais especial quando você vence... Já faz alguns anos que eles têm um carro muito rápido e estão lutando por grandes conquistas. Talvez Lewis possa trazer esse extra e lutar pelo campeonato. No final do ano passado, mesmo com uma Red Bull muito dominante, a Ferrari ainda conseguiu igualar no tempo de volta e ser mais rápida na maioria dos classificatórios", ponderou o bicampeão da F1.

Rico Penteado e Felipe Motta comentam Hamilton na Ferrari

Watch: Rico Penteado e Felipe Motta comentam Hamilton na Ferrari

Podcast #268 – O que será do futuro de Horner e Red Bull?

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: Ambiciosa, Aston Martin revela AMR24, carro para temporada 2024
Próximo artigo Verstappen pede à F1 que mantenha as regras para ver igualdade

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil