F1: Brawn está confiante que pilotos "darão tudo de si" nas corridas sprint

Diretor esportivo da F1 acredita que novo formato, que terá sua estreia em Silverstone, será emocionante

F1: Brawn está confiante que pilotos "darão tudo de si" nas corridas sprint

Neste final de semana, o GP da Grã-Bretanha receberá a primeira corrida sprint da história da Fórmula 1. E apesar da preocupação de muitos com a qualidade do novo formato, com Lewis Hamilton chegando a falar que a prova será uma procissão, o diretor esportivo Ross Brawn tem certeza de que os pilotos "darão tudo de si".

Esse será o primeiro de três testes do novo formato ao longo de 2021, para que a categoria analise se é válido adotar a mudança de forma definitiva a partir de 2022.

Leia também:

Mas ainda há muita incerteza sobre o tipo de espetáculo que as corridas sprint produzirão, e especialmente se os pilotos serão conservadores, entregando uma procissão, ou agressivo, com boa ação na pista.

Após o GP da Áustria, Hamilton revelou que não espera muito do novo formato, acreditando que o layout de Silverstone e o formato atual dos carros não ajudarão na entrega de uma boa corrida.

Já Brawn vê a novidade com mais expectativa, relembrando da relargada para as voltas finais do GP do Azerbaijão como um exemplo do que esperar neste fim de semana.

"Acho que tivemos algo fascinante em Baku e a pequena corrida que tivemos no final, que foi emocionante", explicou. "Não acho que a nossa será tão agressiva, porque obviamente estamos falando de 100 quilômetros, então eles terão um pouco mais de tempo".

"Mas acho que pilotos correrão uns contra os outros mesmo em estacionamento de supermercado usando carrinhos de compras. É de sua natureza querer bater o outro e não há nada pior para eles do que serem batidos pelos outros".

"Mesmo que você argumente que as sprint são apenas as precursoras do evento principal, acho que eles ficarão desesperados para superar uns aos outros e mostrar quem é o mais rápido, quem é o mais forte".

A F1, as equipes e a FIA, deram o seu melhor para entregar regras que encorajem os pilotos a não serem conservadores nas corridas. A distância do evento, aliado às regras de pneus que os permitem usar os compostos mais macios possíveis, devem encorajá-los a buscar o melhor resultado possível desde o início.

"Nós realmente tentamos encorajar uma corrida com pé embaixo o tempo todo. Queremos que eles não seguem na classificação, sem escolhas de pneus e isso também para as classificatórias. Tentamos criar uma situação em que você não chegaria ao GP em desvantagem devido à escolha de pneus".

"Acho que ninguém sabe como que os pilotos se comportarão, o quão conservadores eles serão, e quanta pressão eles receberão de suas equipes para serem conservadores ou agressivos".

"Pessoalmente, estou muito otimista. Acho que será um bom evento, uma ótima corrida. E acho que os pilotos darão tudo de si, porque quem acha que Max [Verstappen] e Lewis [Hamilton] terão uma mentalidade diferente na chegada à primeira curva por ser uma corrida menor? Eu não acredito. Mas descobriremos isso".

F1 2021: Bottas e Ricciardo são melhores que Leclerc e Alonso? Max e Lewis 'iguais'? Análise do game

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual é o tamanho da temporada de Norris até agora?

 

.
compartilhar
comentários
F1: Marko diz que busca da Red Bull por Russell é algo "digno de se considerar"

Artigo anterior

F1: Marko diz que busca da Red Bull por Russell é algo "digno de se considerar"

Próximo artigo

F1: Fittipaldi, Ricciardo e Norris pilotam McLarens de Senna em festival na Inglaterra; veja vídeos

F1: Fittipaldi, Ricciardo e Norris pilotam McLarens de Senna em festival na Inglaterra; veja vídeos
Carregar comentários