F1: CEO da Ferrari, Camilleri anuncia aposentadoria surpreendente

Anúncio pegou o mundo do automobilismo e o mercado automotivo de surpresa

F1: CEO da Ferrari, Camilleri anuncia aposentadoria surpreendente

O CEO da Ferrari, Louis Camilleri, anunciou sua aposentadoria da fabricante italiana de carros esportivos com efeito imediato. A mudança, ocasionada por "motivos pessoais", veio do nada e a Ferrari ainda não teve tempo de decidir quem o substituirá.

A montadora disse que seu presidente, John Elkann, assumirá o papel de CEO por um período provisório antes que um sucessor seja identificado. O anúncio de Camilleri de que está deixando a Ferrari vem junto com uma declaração semelhante da Philip Morris, com a empresa confirmando que ele também está deixando seu envolvimento no conselho.

Camilleri havia assumido o cargo de CEO da Ferrari em 2018, após a morte do ex-chefe da Ferrari, Sergio Marchionne.

Sua gestão na Ferrari marcou um período de sólido crescimento comercial para o negócio de carros de passeio, apesar dos desafios recentes provocados pela pandemia do coronavírus. Camilleri elevou o preço das ações de 113 euros para 179 euros nos últimos dias.

Camilleri também foi um grande impulsionador da equipe de F1, tendo entendido o esporte por meio de suas responsabilidades na Philip Morris. Ele participou de várias corridas e sempre esteve em contato próximo com o chefe da equipe Mattia Binotto.

Falando sobre sua decisão, Camilleri disse: “A Ferrari tem feito parte da minha vida e servir como seu principal executivo tem sido um grande privilégio."

“Minha admiração pelos homens e mulheres extraordinários de Maranello e pela paixão e dedicação que colocam em tudo o que fazem não tem limites. Estou orgulhoso das inúmeras conquistas da empresa desde 2018 e sei que os melhores anos da Ferrari ainda estão por vir.”

Elkann também elogiou a contribuição de Camilleri durante sua permanência na empresa.

“Gostaria de expressar nossos mais sinceros agradecimentos a Louis por sua dedicação irrestrita como nosso CEO desde 2018 e como membro do nosso Conselho de Administração desde 2015”, explicou.

“Sua paixão pela Ferrari tem sido ilimitada e sob sua liderança a empresa tem afirmado ainda mais sua posição como uma das maiores do mundo, capitalizando sua herança verdadeiramente única e a busca infalível pela excelência. Desejamos a ele e sua família uma aposentadoria longa e feliz."

compartilhar
comentários
Leclerc busca bom resultado com Vettel em Abu Dhabi para homenagear o “fim de uma era”

Artigo anterior

Leclerc busca bom resultado com Vettel em Abu Dhabi para homenagear o “fim de uma era”

Próximo artigo

F1: Verstappen bate Bottas e lidera TL1 para o GP de Abu Dhabi; Hamilton é 5º

F1: Verstappen bate Bottas e lidera TL1 para o GP de Abu Dhabi; Hamilton é 5º
Carregar comentários