F1: CEO da McLaren vê batida entre Hamilton e Verstappen como "apenas uma questão de tempo"

Zak Brown acredita que a rivalidade intensa entre os pilotos é boa para a F1 e que um acidente entre eles seria uma oportunidade para a McLaren

F1: CEO da McLaren vê batida entre Hamilton e Verstappen como "apenas uma questão de tempo"

Lewis Hamilton e Max Verstappen protagonizam uma intensa disputa pelo título da Fórmula 1 em 2021 e, apesar das ultrapassagens em todas as corridas da temporada, a batalha na pista entre eles tem sido limpa. Mas para o CEO da McLaren, Zak Brown, é apenas uma questão de tempo até que uma batida aconteça entre eles.

Brown acredita que a intensidade dessa rivalidade torna isso inevitável, com algo controverso entre eles perto de surgir.

Leia também:

"Acho que rivalidades são ótimas para o esporte, e termos os dois assim é bom", disse Brown durante o evento de lançamento da pintura especial da McLaren para o GP de Mônaco.

"Com sorte, em algum momento do ano, isso criará uma oportunidade para nós, porque acho que é apenas uma questão de tempo até ambos irem com tudo na primeira curva e nenhum sair dessa".

Brown acredita que essa disputa frente a frente de Hamilton e Verstappen é muito útil para a F1, e ajudou o esporte a tirar o melhor de ambos os pilotos.

"Acho que isso é ótimo para a F1. Lewis teve um caminho relativamente fácil até aqui, tirando aquele ano com Nico [Rosberg]. Então acho que é uma boa rivalidade. Acho que Max ajudou a elevar o nível de Lewis. Não que ele precisasse disso. Mas ele definitivamente está em seu melhor nível".

"Acho que é claro que Lewis é um piloto muito inteligente. Você pode vê-lo ali apenas esperando para atacar e não vai com muita fome. Essa é a sua experiência falando mais alto".

Piloto da McLaren, Lando Norris disse que as batalhas entre Hamilton e Verstappen têm sido divertidas de assistir, e oferecem uma visão interessante nas diferentes abordagens de ambos os pilotos.

"Max busca essas oportunidades, como a curva um [na Espanha]", disse Norris. "Foi um movimento bem arriscado".

"Se Lewis tivesse se mexido mais, os dois teriam batidos. Então Max se comprometeu com essa manobra. Mas são essas oportunidades que Max precisa buscar a essa altura porque eles [Red Bull] estão mais lentos".

"Mas é isso também que torna tudo divertido, porque Lewis teve que vir por trás para passá-lo".

Galvão, Regi e narradores; ex-diretor de F1 da Globo conta tudo sobre bastidores das transmissões

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Mercedes X Red Bull já pode ser considerada uma das maiores rivalidades da F1?

 

compartilhar
comentários
F1: Entenda como corridas classificatórias desafiarão as equipes

Artigo anterior

F1: Entenda como corridas classificatórias desafiarão as equipes

Próximo artigo

F1: Riccardo vê Hamilton "calando críticos" com vitórias no começo de 2021

F1: Riccardo vê Hamilton "calando críticos" com vitórias no começo de 2021
Carregar comentários