Fórmula 1 GP de Mônaco

F1: Contrariado, Horner revela que Red Bull não teria criado próprio motor se Honda tivesse ficado

Chefe da Red Bull comentou anúncio da Honda formalizando parceria com a Aston Martin a partir de 2026

 Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal

Christian Horner disse que a Red Bull não teria estabelecido seu próprio programa de unidades de potência de Fórmula 1 se soubesse que a Honda retornaria ao campeonato em 2026.

A Honda anunciou sua saída da F1 em 2021, mas fechou um acordo para continuar a fornecer sua unidade de potência para a parceira de chassi com a Red Bull até o final de 2025 e o fim dos atuais regulamentos de motores.

Leia também:

Mas o fabricante japonês retornará à categoria em 2026 como parceiro oficial da Aston Martin, com a Red Bull já tendo criado sua própria divisão interna de Powertrains nesse meio tempo.

Max Verstappen, que então entregou à Honda os campeonatos de pilotos de 2021 e 2022 e ajudou a garantir a coroa de construtores da temporada passada, descreveu como “uma pena” ver a parceira da Honda com a Aston.

Red Bull Racing RB18 with Honda logo

Red Bull Racing RB18 with Honda logo

Photo by: Giorgio Piola

Horner acrescentou que se a Red Bull soubesse que a Honda estava ansiosa para retornar, nunca teria embarcado em seu próprio programa de motores, mesmo que tivesse reconhecidamente "superado" a condição de "cliente".

Questionado pelo Motorsport.com sobre sua reação, Horner disse: “Bem, certamente é uma decisão cara!

"Para as perspectivas da Red Bull, deixamos de ser clientes. Para termos a unidade de potência no local, totalmente integrada com o chassi e as sinergias que isso cria com os engenheiros de motor e chassi, lado a lado, por muito tempo, as vantagens são significativas.

"Não teríamos dado esse salto se não fosse pela saída da Honda."

A criação da Red Bull Powertrains proporcionou mais empregos em Milton Keynes para diminuir as restrições impostas pelo limite de custos implementado em 2021.

“Em muitos aspectos, devemos ser gratos por eles nos darem esse empurrão para criar nossa própria instalação de motores”, continuou ele.

“Os empregos criados e fornecidos e, claro, a parceria [comercial de 2026] que temos com a Ford é particularmente empolgante para o futuro e o compromisso da Red Bull e dos acionistas com o projeto.

“Teríamos tomado a mesma decisão sabendo qual é a decisão da Honda hoje? Absolutamente não.

"Mas nós conseguimos e estamos comprometidos com isso e conforme o caminho que evoluiu, mais benefícios veremos para o grupo a longo prazo."

A Red Bull e a Honda retomaram as negociações no final de 2022 sobre uma possível colaboração para as regras do motor de 2026. Suas discussões se concentraram principalmente nos componentes híbridos do motor, com a Honda originalmente deixando a F1 para dedicar recursos e finanças à eletrificação de sua linha de carros de rua.

No entanto, Horner citou "muitos compromissos provavelmente de ambos os lados" para o colapso nas negociações, antes que a Red Bull usasse o lançamento do RB19 em Nova York para revelar publicamente o acordo com a Ford.

Aston-Honda na F1 2026: Detalhes, impacto para RBR/Mercedes e o fator Alonso

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast: após críticas de Max e Lewis, dá para dizer que F1 está perdendo seu DNA?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Confira os resultados dos treinos livres para o GP de Mônaco
Próximo artigo F1: Confira horários e previsão do tempo do sábado para GP de Mônaco

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil