F1: Diretor técnico da Mercedes revela motivos que fizeram equipe desmoronar em 2 anos

Time de Brackley tenta voltar ao topo da tabela e brigar diretamente com a Red Bull pelo título

Mecânicos levam Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14, para o grid

Mecânicos levam Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14, para o grid

Steve Etherington / Motorsport Images

James Allison retornou ao cargo de Diretor Técnico da Mercedes após um hiato de quase dois anos, tendo passado pouco menos da metade de seu tempo como Diretor de Estratégia da equipe nos planos de longo prazo para o time das flechas de prata na Fórmula 1.

Leia também:

Allison alega que a equipe está "fragmentada" após os fracassos dos últimos dois anos, mas acredita que, aos poucos, eles estão voltando a se concentrar e começando a trabalhar como um time para encontrar soluções.

Embora seu retorno não tenha conseguido salvar a temporada 2023 da Mercedes, sete meses depois de ter voltado à categoria, Allison diz que tem uma visão muito clara do que deu errado no trabalho da equipe nos últimos tempos.

Como convidado do podcast Performance People, Allison diz que não se tratava de um problema de motivação do time ou de conflitos internos, mas de uma falha em se concentrar nas etapas mais fundamentais do trabalho em equipe que levam ao sucesso na F1.

"Quando uma equipe está no topo de seu desempenho por anos, ou pelo menos por muito tempo, e depois, por qualquer motivo, retrocede, isso pode ser muito desorientador. É uma sensação terrível quando um evento como esse faz com que a equipe sinta que todas as suas crenças e sentimentos anteriores estão abalados, o fato de estarmos perdendo, abala as próprias bases da equipe."

"Essa situação colocou uma enorme pressão de curto prazo em uma equipe que está acostumada a isso e a pensar em termos de estratégias de longo prazo. Em vez disso, todos estavam agora concentrados em mudar a sorte da equipe o mais rápido possível."

"O fato de estarmos perdendo incentivou as pessoas a agir, mas em uma situação como essa, o mais importante é que todos os departamentos da equipe, aerodinâmica, dinâmica veicular, escritório de design, todas as disciplinas necessárias que precisam trabalhar juntas para criar um bom carro, trabalhem juntas para encontrar uma solução."

"Mas a maneira normal de fazer negócios foi alterada por essa pressão repentina, e cada departamento tendeu a se retirar para seu próprio canto e trabalhar por conta própria para encontrar uma solução que, em sua opinião, poderia ajudar a mudar a situação."

"Se a equipe não for cuidadosa o suficiente, a comunicação entre os departamentos acaba porque cada um, em sua própria área de especialização, está mergulhado no que poderia ser a solução para o problema."

"O comportamento mais destrutivo que infelizmente se desenvolveu com esta equipe é que o impacto da primeira derrota fragmentou a unidade da equipe mais do que deveria. Não porque alguém tenha se desentendido com outra pessoa, longe disso, porque todos estavam tentando fazer o melhor trabalho possível para melhorar a situação."

"Mas junto com o desejo natural de vencer e ter sucesso, o esforço coletivo baseado em metas compartilhadas foi fragmentado. Se eu tivesse que dizer qual foi o impacto positivo do meu trabalho nos últimos meses, destacaria a tentativa de restaurar a comunicação entre os diferentes departamentos, de aliviar a pressão sobre os gerentes de departamento e de restaurar as relações humanas. Não é preciso muito tempo para que as pessoas percebam novamente que não é apenas mais produtivo, mas também mais agradável trabalhar em conjunto para encontrar uma solução."

Motorsport Business #7 – SLAVIERO: TCR se tornou GRANDE SOLUÇÃO para FABRICANTES, EQUIPES e PILOTOS

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: Entenda a polêmica envolvendo o troféu de Hamilton dado pela FIA
Próximo artigo F1: Bortoleto estreia no simulador e mira TL com McLaren em 2024

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil