F1: Interlagos ganha destaque na premiação da FIA em Baku

A ultrapassagem de Fernando Alonso e a subsequente defesa de Sergio Pérez no GP do Brasil foi eleita a "Melhor Ação" do ano de 2023 pelo órgão

Fernando Alonso, Aston Martin AMR23, lidera Sergio Perez, Red Bull Racing RB19

Fernando Alonso, Aston Martin AMR23, lidera Sergio Perez, Red Bull Racing RB19

Zak Mauger / Motorsport Images

Fernando Alonso tirou toda a Espanha do sério na noite de 5 de novembro, quando conquistou o terceiro lugar no GP de São Paulo na última volta e manteve o pódio até a linha de chegada, cruzando à frente de Sergio Pérez por apenas 0,053s (53 milésimos de segundo). Na cerimônia de gala de fim de ano da FIA, essa volta foi eleita a melhor ultrapassagem da temporada 2023 da Fórmula 1, recebendo o prêmio de "Melhor Ação do Ano".

Leia também:

Alonso teve que se defender de uma Red Bull por muitas voltas, mas a três voltas do final o mexicano finalmente conseguiu completar a ultrapassagem que o colocou em terceiro lugar. No entanto, o espanhol não se deu por vencido e, depois de uma tentativa fracassada na penúltima volta, na derradeira ele o devolveu, conquistando o terceiro degrau do pódio, que ele teve que suar. De fato, o final da corrida foi um final com foto, e os dois carros foram separados em um piscar de olhos.

 

A "Ação do Ano da FIA" nasceu em 2014, e esta é a segunda vez que Alonso a conquista. Em 2021, o então piloto da Alpine foi reconhecido por segurar Lewis Hamilton por mais de dez voltas no GP da Hungria, o que ajudou seu companheiro de equipe francês Esteban Ocon a vencer.

É o quarto ano consecutivo que o prêmio é concedido a algo que aconteceu na Fórmula 1, já que antes de 2021, em 2020, o prêmio foi para Kimi Raikkonen e sua largada no GP de Portugal (ele ganhou 16 posições) e, em 2022, foi para Hamilton por sua dupla ultrapassagem sobre Pérez e Leclerc em Silverstone.

Para vencer nesta ocasião, a ação de Fernando Alonso foi escolhida à frente dos outros candidatos na votação que foi encerrada em 3 de dezembro: Carlos Sainz (pai) por uma subida em uma duna gigante no Dakar (categoria W2RC),  Dane Cameron (WEC) por uma ultrapassagem múltipla nas 24 Horas de Le Mans, Antonio Felix da Costa (Fórmula E) por uma ultrapassagem excepcional, Adrien Fourmaux (WRC) por uma "defesa" impressionante ou Sebastián Montoya, por uma ultrapassagem na Fórmula 3.

Motorsport Business #7 – SLAVIERO: TCR se tornou GRANDE SOLUÇÃO para FABRICANTES, EQUIPES e PILOTOS

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1 - Ex-chefe da AlphaTauri minimiza calendário com 24 corridas: "Somente pessoas preguiçosas se esgotam"
Próximo artigo O que acontece com um carro de F1 ao fim de uma temporada?

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil