Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
63 dias
06 mai
Próximo evento em
105 dias
20 mai
Próximo evento em
119 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
133 dias
10 jun
Próximo evento em
140 dias
24 jun
Próximo evento em
154 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
161 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
175 dias
29 jul
Próximo evento em
189 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
217 dias
02 set
Próximo evento em
224 dias
09 set
Próximo evento em
231 dias
23 set
Próximo evento em
245 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
252 dias
07 out
Próximo evento em
259 dias
21 out
Próximo evento em
273 dias
28 out
Próximo evento em
280 dias
05 nov
Próximo evento em
288 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
301 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
316 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
325 dias

F1: Hamilton defende que ele e Mercedes devem estudar regulamento para evitar novas punições

compartilhar
comentários
F1: Hamilton defende que ele e Mercedes devem estudar regulamento para evitar novas punições
Por:
, Editor

Piloto britânico diz que equipe deve se precaver para que os comissários não tenham motivos para puni-los

Para Lewis Hamilton, ele e a Mercedes devem se precaver para garantir que os comissários da Fórmula 1 não tenham nenhum motivo para sancioná-los após as penalizações aplicadas no GP da Rússia do último fim de semana.

Hamilton recebeu duas punições de cinco segundos durante a prova devido a realização de testes de largada em locais inapropriados durante a volta de ida ao grid.

Leia também:

Com isso, o pole e líder da prova só conseguiu terminar em terceiro, perdendo posições para o companheiro de Mercedes Valtteri Bottas, e Max Verstappen, que terminaram em primeiro e segundo, respectivamente.

Logo após a corrida, Hamilton chamou a punição de "ridícula" e "uma merda" e, inicialmente, havia sido punido ainda com dois pontos em sua superlicença, que foram substituídos posteriormente com uma multa à Mercedes.

O piloto sentiu que ele e a Mercedes devem ir a fundo no regulamento para evitar novas sanções, tendo sido alvo de infrações de menor grau em duas das últimas três corridas.

Em Monza, ele também perdeu a chance de vitória no GP da Itália após parar para fazer a troca de pneus quando o pitlane estava fechado, recebendo um stop and go de dez segundos como punição, terminando apenas em sétimo.

"Acho que vamos olhar o regulamento e ver áreas onde eles podem criar regras, áreas onde não haviam dado punições antes. Vamos tentar entender todas que já têm, e garantir que estaremos precavidos com relação às que já estamos cientes".

"Acho que ninguém havia sido penalizado por aquilo antes, então vamos dar o nosso melhor. Já passamos por temporadas sem punições, então vou dar o meu melhor para garantir que eles não tenham nenhum motivo para me punir".

Inicialmente, Hamilton disse que sentia que os comissários estavam tentando pará-lo, mas, acabou esclarecendo sua visão nas redes sociais.

"Eu nem sempre acerto quando estou de frente com a adversidade", escreveu Hamilton no Instagram. "Eu posso não reagir do modo que vocês esperam quando a tensão está alta, mas eu sou apenas humano e muito apaixonado pelo que faço".

"Eu aprendo e cresço todos os dias, e vou usar minhas lições para seguir lutando para a próxima vez. Obrigado a todos que seguem me apoiando e seguem lutando comigo".

Vettel DETONA Ferrari e diz que foi usado como ‘ESCUDEIRO’ para Leclerc no GP da Rússia de F1; veja

Podcast #069 – Kimi Raikkonen, ‘apenas’ um grande personagem ou um verdadeiro campeão?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

F1: Vettel relembra noite de bebedeira, ressaca e cena curiosa na Índia após título

Artigo anterior

F1: Vettel relembra noite de bebedeira, ressaca e cena curiosa na Índia após título

Próximo artigo

F1: Ferrari terá novas atualizações para o SF1000 em Nurburgring

F1: Ferrari terá novas atualizações para o SF1000 em Nurburgring
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Mercedes
Autor Luke Smith