Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
66 dias
06 mai
Próximo evento em
108 dias
20 mai
Próximo evento em
122 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
136 dias
10 jun
Próximo evento em
143 dias
24 jun
Próximo evento em
157 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
164 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
178 dias
29 jul
Próximo evento em
192 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
220 dias
02 set
Próximo evento em
227 dias
09 set
Próximo evento em
234 dias
23 set
Próximo evento em
248 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
255 dias
07 out
Próximo evento em
262 dias
21 out
Próximo evento em
276 dias
28 out
Próximo evento em
283 dias
05 nov
Próximo evento em
291 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
304 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
319 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
328 dias

Hamilton detona comissários da F1 por punição "ridícula": "Eles estão tentando me parar"

compartilhar
comentários
Hamilton detona comissários da F1 por punição "ridícula": "Eles estão tentando me parar"
Por:
, Editor

Hexacampeão não estava nada feliz com a prova após sair do carro

Lewis Hamilton não ficou nada feliz com a conclusão de seu GP da Rússia de Fórmula 1. O piloto da Mercedes entrou no domingo pronto para igualar o recorde de vitórias de Michael Schumacher, mas o que aconteceu foi totalmente diferente, tomando duas punições de cinco segundos e terminando apenas em terceiro.

Ele foi punido por fazer um teste de largada fora da área determinada pela Direção de Prova na quinta-feira, antes do início das atividades de pista em Sochi. Além dos dez segundos, ele também recebeu mais dois pontos na superlicença, ficando a apenas dois de uma suspensão.

Leia também:

Com isso, ele terminou em terceiro após liderar as primeiras voltas da pista, com seu companheiro Valtteri Bottas vencendo com a Mercedes e reduzindo a diferença na liderança em 11 pontos.

Hamilton disse que "teria que voltar e ver o que o regulamento diz para entender o que fiz de errado", mas não acha que fez nada de errado.

"Tenho certeza que ninguém recebeu duas punições de cinco segundos por algo tão ridículo antes. Eu não coloquei ninguém em perigo. Fiz isso milhões de vezes nos anos anteriores e nunca fui questionado".

Perguntado se ele sentia que a punição dada pelos comissários era excessiva, Hamilton respondeu: "Claro que é. Mas é algo esperado. Eles estão tentando me parar não? Mas tudo bem. Preciso apenas manter meu foco e veremos o que acontecerá".

Hamilton disse no rádio que a punição era ridícula e "uma merda", e também expressou sua insatisfação com o momento que parou. Ele entrou no final da volta 16 para colocar pneus duros no lugar dos macios e pagar sua punição, mesmo querendo ficar mais na pista.

"O plano era parar naquela volta, mas eu estava tentando ir o mais longe possível. Não mudou muita coisa. Eu tinha muito caminho a ir com aquele pneu, e eu estava bem com o macio".

"Vocês sabem, vamos discutir isso e tentar entender. Eu só preciso garantir que não estarei nessa posição novamente".

PÓDIO: Hamilton é punido e Bottas vence na Rússia, com Verstappen em segundo

PODCAST: Qual é o limite de Max Verstappen na Red Bull?

 

Bottas revela susto na largada em Sochi: "Uma abelha enorme atingiu meu visor"

Artigo anterior

Bottas revela susto na largada em Sochi: "Uma abelha enorme atingiu meu visor"

Próximo artigo

Verstappen comemora "boa corrida, mas um pouco solitária" em Sochi

Verstappen comemora "boa corrida, mas um pouco solitária" em Sochi
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Rússia
Pilotos Lewis Hamilton
Autor Luke Smith